A primeira vez com nossa melhor amiga

  • maio 15, 2019
  • 8364 views

Olá!

Esse conto é totalmente REAL, aconteceu no numa virada do ano, de madrugada.
Darei nomes fictícios para minha esposa e nossa amiga, ok?
Tenho 24 anos, minha esposa é um pouco mais velha, tem 29 e sua amiga acabou de completar 19 aninhos…
Vamos lá!
Estava eu e minha esposa em casa e ainda não tínhamos decidido se iriamos na festa da virada ou não, devidos estarmos sem companhia para nos acompanhar.
Imediatamente, pensei em chamar nossa amiga, ou mais precisamente, sua melhor amiga. De início eu não chamei, apenas joguei um “verde” na minha esposa já sabendo que a tal amiga iria pra festa e que seu marido estaria de serviço, pois era funcionário público em outra cidade.
Ela e minha esposa são muito amigas, conversavam sobre tudo, tínhamos muitas intimidades, principalmente quando era pra falar de sexo.
Sempre falávamos sobre surubas, sexo á três e á quatro também, porém eram apenas conversas…
Voltando a conversa, deu mais ou menos 22h da noite, minha esposa ligou pra ela:

-Agata, nós vamos na festa da virada, você não gostaria de ir com a gente ?

Ela disse que gostaria de ir, apenas pediu para que passássemos na sua casa para dar uma carona.
Tudo combinado.
Deu umas 23h entramos no carro e fomos até a sua casa.
Chegando lá, nossa, o que era aquilo ?
Short curtinho, camiseta branca com umas correntinhas penduradas, cheirosa, cabelos ruivos (pintados) , branquinha… meu Deus! LINDA!!!
Tinha marcado de deixar meu carro estacionado em um posto de gasolina em que um amigo meu trabalhava, chegando lá, descemos do carro e minha esposa já foi pegando o celular pra tirarmos uma selfie… E sabe qual foi suas primeiras palavras ?

– Manda essa selfie pro Ruan (marido), e avisa ele que hoje nós vamos fazer uma suruba!

Depois de falar isso, riu bastante e falou que era brincadeira, mas eu já estava pegando alguma coisa no ar, pois ela sempre fazia essas brincadeiras falando que íamos fazer uma suruba.
Beleza, chegamos na festa logo fui comprando cerveja pra gente, ela só tomava antártica.
Formamos ali uma roda de amigos, todos tomando cerveja e dançando muito. Vi logo que chegavam bastante caras dando em cima dela, logo já comecei a ficar com um pouco de ciúmes, não sei por que, talvez por medo de alguém chama-lá pra sair já que estava meio embriagada.
Logo fui tratando de avisar ela:

-Olha, você veio comigo e vai voltar comigo, entendeu ?

Entre esses vai em e vem de caras dando em cima dela, percebi que tinha chegando uma garota muito linda na roda, olhos verdes e cabelos bem escuros, mas aparentemente ninguém á conhecia, pois nunca tínhamos visto ela.

Logo também percebi que nossa amiga não tirava os olhos de cima garota, parece que tinha ficado apaixonada na mesma.

Ela sempre falava que tinha vontade de ficar com uma mulher, mas que não sabia como chegar em uma… Então, tentei dar uma ajudinha, pois eu também já estava meio bêbado, então liguei o “foda-se.”

Cheguei nela e disse:

-Agata, é impressão minha ou você tá de “zóio” naquela guria que chegou na roda?!

Então ela começou a elogia a garota, falando que ela era muito linda, que tinha olhos lindos, elogiou bastante o corpo dela chamando-a de gostosa e que queria dar um beijo naquela boca.

Tratei imediatamente de perguntar pra ela se gostaria que eu chegasse na tal garota pra ela, ela ficou meio com vergonha, mas aceitou.
Cheguei na garota e avisei que tinha uma amiga minha que estava afim dela e se ela não daria uma chance.
A guria me deu um corte seco, falou que gostava de ROLA e não queria amiga nenhuma.
Então tratei logo de avisar a Agata, contei que a guria não curtia mulheres, só homens.
Ela ficou meio cabisbaixa, triste, então já tratei de dar uma intimada, mesmo que não desse certo.

Falei:
– Você não quer ir pra minha casa com a Dani (minha esposa) e eu ?

Ela levou meio que um susto, e perguntou se a Dani aceitaria e teria coragem, mas que preferia ir pra casa dela e não pra minha.
Já fui no cangote da minha esposa, fui alugando ela, brincando falando que “hoje era o dia da suruba”, pois sempre brincávamos com isso também, mas nunca imaginávamos que seria com nossa amiga mais próxima…
Beleza, deu aproximadamente umas 3h30 da manhã chamei as duas pra ir embora.
Indo pela avenida percebi que elas estavam bem soltinhas, fui andando no meio delas e elas segurando nos meus braços cada uma de um lado.
Só nesse percusso, aproveitei bastante da situação, apertei bastante a suas coxas e a bunda da Agata, já estávamos sem nenhuma vergonha…
Chegando na sua casa, abriu o portão e eu fui entrando com o carro, ela já tinha descido;
Quando fui descer do carro, olhei e não acreditei. Ela tirando a roupa na entrada da porta, lembro como se fosse hoje, aquela bunda branquinha enorme.
Ela foi entrando no banheiro e minha esposa atrás tirando as roupas também, eu ainda na sala tirando as chaves e carteira.
Quando eu olho no banheiro… tá minha esposa beijando ela, e ela chupando os peitos da minha esposa. Juro que tive que parar um pouco e pensar se aquilo era verdade ou não…
Estava demorando um pouco pra tirar as roupas enquanto elas já estavam em baixo do chuveiro, quando escutei: “-Vem logo, estamos te esperando…”
Meu pau estava tão duro de um jeito que nunca tinha visto antes…

Entrei no banho com aquelas duas mulheres lindas e gostosas, a todo tempo pensando se era real ou não.. olhei aqueles peitinhos dela bem pequenos dos biquinhos rosinhas, uma delícia de chupar…
Ela falava á todo momento que estava adorando aquilo e que tinha muita vontade de ficar com a gente, porém, tinha vergonha de chamar…

Lembo dos seus gemidos, sua bunda rebolando no meu pau… Ela beijando minha mulher, chupando seus peitos…

Era doido pra chupar ela, ver o jeito que sua buceta era…

Quando abaixei pra chupá-la, admirei bastante aquele grelo dela, de tamanho médio, muito gostoso de chupar…

Virei sua bunda e chupei muito seu cuzinho, pois ela vivia reclamando que seu marido não gostava de chupar o cú dela, então pensei, hoje eu vou chupar até ela enjoar.
Metemos bastante, foi uma madrugada inesquecível. Pena que não consegui levar elas pra cama, pois ela queria ficar só no banheiro. =(

Ficamos aproximadamente 2 horas no banheiro, pois quando saímos para nos secarmos o céu já estava meio claro.
Ela começou a meio que passar mal, então colocamos ela na cama, quando olhei pra ela deitada na cama, vi que sua bunda estava toda roxa de tanto que eu bati…

Nem avisei e fomos embora pra casa.

Tudo muito bom, tudo perfeito, até que de tarde ela me manda mensagem falando que eu tinha esquecido minha cueca lá e que seu marido tinha chegado e visto. Ele perguntou pra ela também por que que a bunda dela estava tão machucada daquele jeito? (eu tinha batido muito)
A questão da bunda roxa, ela disse que caiu nas pedras da garagem e que aquela cueca ela tinha pegado na gaveta dele, pois estava carente e ficou cheirando a cueca dele… pode isso ? kkkk

Ou ele é muito burro ou sabe que ela meteu “gaia”….

Porque chegar em casa e ver a mulher deitada com a bunda toda roxa e uma cueca jogada no chão, é porquê algo de estranho aconteceu ali.
Gostaria de detalhar mais sobre o que aconteceu, mas sou o tipo daquele cara que faz as coisas e depois não se lembra muito do que aconteceu.

Peço desculpas pelos erros de português/gramática;

Lembrando á todos que isso realmente aconteceu, foi uma das coisas mais loucas da minha vida…

Att; Souza

*nomes alterados para preservar a identidade dos envolvidos

clique aqui

Contos eroticos relacionados

Relatos de contos eroticos com fotos

Deixe seu comentário

(Não divulgamos e-mail nem telefone )

Meus contos eroticos é o melhor site de relatos eróticos da internet. Sempre com os contos mais picantes e cheios de sensualidade. Aqui tem um acervo de histórias reais sobre sexo, para todos os gostos. Tem contos pornô gay, hétero, fetiche, corno, coroas e muito mais. O meu contos eróticos é atualizado diariamente, trazendo para os leitores, o melhor em conteúdo totalmente grátis para você soltar a imaginação e curtir muito prazer com cada relato real contado aqui. Você pode compartilhar com a gente o seu conto, basta clicar no link e colocar a criatividade em prática, contemplando os leitores com suas experiências sexuais mais safadas.
© 2019 - Meus Contos Eróticos – Contos de Traição, Incesto e Pornô
Porno - Xvideos - Xvideo -
SPLove - acompanhantes - garotas de programa - acompanhantes sp - Acompanhante SP - acompanhantes sao paulo - acompanhantes em sp