Contos Eroticos - Contos de Traição, Incesto, Pornô e Sexo » Contos de Travesti » Minha mulher roluda – meu primeiro travesti

Minha mulher roluda – meu primeiro travesti

  • setembro 11, 2019
  • 3603 views

Boa tarde, sou homem, tenho 28 anos, branco, 180 alt, 75 kg, 17 cm grosso. Desde os meus 25 anos apronto algumas coisas com outros homens, mas por pura sacanagem, curto realmente mulheres….

Comecei na vida de puto através das salas de bate papo, vendo vídeos travestis …curto realmente ser chupado, seja por quem for….

Mas este conto relata na verdade, A primeira vez que sai com uma trans.

Ontem, eu estava no centro da minha cidade resolvendo alguns coisas normais, mas ao passar por uma mulher que chamava muito a atenção de todos, resolvi falar com ela e tentar algo a mais….

Ela entrou em uma padaria e eu fiquei do lado de fora esperando ela sair, um tempo depois ela saiu e eu falei com ela rapidamente e conseguir o seu numero de celular, isso era umas 6 horas da tarde….

umas 9 horas do noite, chameia no watssap, nisso eu me apresentei de novo e novamente a elogiei. Sem duvida eu já imaginava que ela seria uma garota de programa, e também não me era impossível que ela fosse uma boneca de pênis, com tudo, eu não tinha como ter certeza, só sabia que ela era uma deusa.

Ao conversarmos um pouco, ela percebendo como eu estava confuso, revelou que era mesmo uma trans e que era GP, mesmo assim ainda fiquei um pouco surpreso, mas ainda com muito tesão. Ela disse o quanto seu programa custava , e nesse momento eu desanimei, visto que n tinha o dinheiro….

Mas como fiquei louco por ela, e como ela era muito simpática, batemos um longo papo….

Mas ela estava hospedada num hotel que cobrava a entrada de convidados e por isso não teria como ela diminuir o cachê muito…

Ela disse que tinha gostado muito de mim, assim como eu dela também, mas o dinheiro ainda era um empecilho para mim. Mais ou menos as 11 horas fui para casa frustrado e de pau duro.

As meia noite e meia, já em casa, mandei uma mensagem para ela dizendo como estava exitado, nisso, para minha surpresa, ela sugeriu que eu pagasse apenas a taxa do hotel que inclusive ela tentaria abaixar ainda mais, para que eu fizesse ela gozar gostoso, claro que eu topei.

Como planejado, ela conseguiu o desconto, e eu foi louco para lá, o hotel ficava próximo de onde eu a tinha visto mais cedo. Muito nervoso entrei no hotel e falei pra o recepcionista que eu iria ao quarto 17, ela já estava sabendo e subi sem problemas ao segundo andar. Eu não estava acreditando naquilo, parecia um sonho.

Ela disse por mensagem q a porta estaria aberta, ao abrir, dei de frente com aquela deusa loira, deliciosa com um baby doll perfeito. Fiquei meio sem jeito, mas comecei a toca-la, tirei A minha calça e me posicionei entre as suas pernas, passando minha mão por todo o seu corpo.
Ela era muito safada e gentil, n resisti e puxei a sua calcinha de lado para ter certeza que era uma mulher de pau, e realmente era, e que madeira, acho que um pouco maior que a minha e muito linda também.

Queria faze-la gozar muito, mas ela era muito safada e queria fazer mais do que eu estava preparado.

Fiquei pegando em seus seios, em suas coxas, sua barriga linda e também o seu pau (meio torto para baixo, provavelmente por ficar nessa posição escondido pela minuscula calcinha). Ela safada como era, começou a me fazer um baquete delicioso e passar seus dedos em meu cuzinho, nossa, que delicia, mas eu evitava esses toques por extinto, e ela ficava louca.

Ficamos nessa putaria gostosa por bastante tempo.

Tempo depois, ela pegou umas camisinhas, eu já tava louco de tesão, mas decepcionado por n tela feito gozar ainda. Mas não teve jeito, já era hora de meter, queria começar colocando de 4, para poder apreciar aquela bunda linda, mas ela pediu para fazermos o papai mamãe, claro q obedeci, comecei devagar e fui aumentando até o ponto que quase fosse gozar, tinha que me segurar, para não gozar antes dela.
Fiz o Meu melhor para me controlar, mas o tesão era muito grande, tinha que para de bombar as vezes, para não soltar o meu leite antes da hora, ela ficava louca, mandando eu continuar, mas tive q para de bombar algumas vezes, e sempre ela me reprendia por isso.

Mas consegui cumprir o meu dever, ela gozou muito, com as minhas metidas frenéticas, ao ver o seu leite derramando em sua barriga e a sua cara de safada e os seus gemidos deliciosos, aumentei a velocidade das metidas e ela ficou louca.

Gozei logo depois que ela e continuei metendo por mais um tempo.

  • Nossa, aquilo parecei um sonho.

sair do meios de suas pernas deliciosas, tirei a camisinha e fui ao banheiro, voltei com o rolo de papel higiênico, limpei toda a sua barriga, melada com o seu leite e fiquei admirando por um tempo aquela mulher roluda totalmente em êxtase.

Hoje, desde cedo, estou a espera de uma mensagem dela para repetirmos a dose.

clique aqui

Ver mais relatos de contos eróticos com fotos

Deixe seu comentário

Meus contos eroticos é o melhor site de relatos eróticos da internet. Sempre com os contos mais picantes e cheios de sensualidade. Aqui tem um acervo de histórias reais sobre sexo, para todos os gostos. Tem contos pornô gay, hétero, fetiche, corno, coroas e muito mais. O meu contos eróticos é atualizado diariamente, trazendo para os leitores, o melhor em conteúdo totalmente grátis para você soltar a imaginação e curtir muito prazer com cada relato real contado aqui. Você pode compartilhar com a gente o seu conto, basta clicar no link e colocar a criatividade em prática, contemplando os leitores com suas experiências sexuais mais safadas.
© 2019 - Contos Eroticos – Contos de Traição, Incesto, Pornô e Sexo
Porno - Adulto Vip - Xvideos - Xvideo - Xvídeos - acompanhantes de sp - Xvideos Gratis - X Videos -
SPLove - acompanhantes - garotas de programa - acompanhantes sp - Acompanhante SP - acompanhantes sao paulo - acompanhantes em sp