Os garotos depois da faculdade

  • julho 1, 2019
  • 5427 views

Oi, estudo em uma faculdade em São Paulo, tenho 19 anos, estatura média, moreno, cabelo curto e preto.
A história começa quando estava no primeiro dia de aula do segundo semestre…

Minha faculdade não é muito conhecida, de cursos de tecnologos… Só sei que entrou um garoto mais baixo que eu, moreno, cabelo curto e catanho….Chamou muita a minha atenção….

Nunca lembro de ter falando com algum amigo(a) que sou gay, então esse sentimento ficou “esquecido”…

Um dia bem calmo, entro na faculdade as 7:20, cheguei na sala a professora estava planejando um trabalho em grupo….e os grupos poderiam escolher os temas que interligava com o tema central, porém ela decidiu os grupos, na nossa sala tinha 28 alunos, e foram formados 7 grupos de quatro, e eu cai no grupo aonde só tinha pessoas que se dedicava e tudo mais então esse trabalho estava garantido, porém quando observo os outros grupos é o próprio “bagunça geral” e o o novo estudante estava no pior grupo aonde estava aqueles que deixava para o último dia, e como sou uma pessoa de bom coração mesmo sendo tímido dei uma idéia para o nosso grupo para ajudar eles, e depois de uma conversa civilizada (nem tanto) eles aceitaram, depois de uma semana e 3 dias já tinha o trabalho escrito pronto e slides feitos então era a hora de resolver com o grupo da bagunça geral…. o grupo deles e o nosso combinou que seria na casa de um dos participantes do grupo da galerinha que não queria nada…. e ele era apenas o filho do diretor da faculdade…. então estava combinado as 2h da tarde na casa dele.

Conversei com a minha mãe de ir nesse trabalho, porém ela é aquela que não liga muito, se eu me perde em algum lugar e não aprecer em casa 3 dias ela nem ligaria…. ela prefere beber e não viver essa realidade mas eu amo ela e como eu sempre tirava nota boa todos os anos eu já estava acostumado com a ausencia dela mas eu gostava de avisar, então conversei com ela e ela “ignorou”…..

então me arrumei e fui no ponto de encontro e depois iríamos seguir por algumas ruas de SP…
O grupo todo estava na casa do filho do diretor, começamos a produzir o trabalho porém eles nem tinham o tema deles desenvolvido e tivemos que ajudar e como sou tímido eu só dava palpite se me perguntasse se não fosse isso eu nem falava, porém eu tinha muitas idéias e formas de melhorar o projeto então eu era o mais apto para fazer isso porém eu só “assistia” e como o meu grupo ele pensou que acabaria nesse mesmo dia porém faltou os slides para a apresentação e além que o grupo dos pandemônios eles nos agradeceram muito, e como faltou os slides precisava alguém ficar amanhã ou qualquer outro dia para terminar o trabalho e ninguém do grupo poderia ficar e só sobrou eu que poderia (minha mãe), e além o outro grupo só podia ficar o filho do diretor e o aluno novo ( calouro ) e fui muito tímido para combinar com eles o dia e quando cheguei perto senti aqueles olhares que sente auquele frio na barriga e tremi, falei meio gagejado qual dia podia ser e novamente o filho do diretor… disse que podeia ser na casa dele e podia ser sexta as 3h da tarde e ele tinha comentado que os pais dele não estariam em casa pois estavam viajando e voltaria só domingo….

Chegou sexta e fui preparado com as idéias já escritas para acelerar o processo e ir logo embora, chegando lá os 2 caras estavam jogando bola, sem camisa que demostrava um corpo definido dos dois que me surpreendeu e eles foram parando de jogar e começaram a se preparar porém eles cometeram que estavam muito suados e tinha uma pscina e logo sem pensar duas vezes Mateus pulou na pscina e eles utilizavam daqueles shorts molinho, que ficava marcando aquilo, e como meus olhos estavam concentradis na piroka eu tentei disfarça o melhor possível….até que o anfitrião da casa falou para o calouro entrar e eu também…mas sou muito tímido, não tinha roupa e ficar perto deles me deixavam um pouco diferente e eu não sabia explicar umas batidas fortes do coração e um calor, o anfitrião: falou que tinha roupa de banho e poderia e emprestar e eu aceitei e entrei, mas sabe quando tem aquele silêncio e não sabe oque fazer meu estado era aquele e par quebrar o gelo comentei para ver quem conseguia ficar mais tempo embaixo d’água, e eles aceitaram, mesmo eu não tendo muita experiências boas com água eu fui, quando começou a disputa eu segurei o máximo de ar e quando eu abaixei a cabeça depois de 4 segundos senti uma mão na minha cabeça forçando para baixo e me desesperei e engoli um pouco de água e quando eles perceberam que eu não estava bem eles me tiraram da pscina e eu tinha desmaiado e eles tinham que fazer respiração boca boca então o calouro….fez sem receio, e funcionou respirei com dificuldade e eles se desculparam com isso e com toda essa brincadeira já tinha escurecido pois descansei no sofá e dormi para me restabelecer…..

Acordei com o coração batendo forte e tinha percebido que os meus colegas estavam descansando também no sofá….pois era de sofá-cama então a mão do calouro estava na minha bunda eu fiquei no desesperado…
Tentei tirar bem devegar para não acorda ele, porém ele acordou e a mão ficou na minha bunda quando ele olhou aquilo ele ficou vermelho e eu falei: dá para tirar?

Ele tirou mas ficou um clima estranho, fui tomar um ar e depois tentei conversar com ele se eu poderia ficar aqui pois tinha escurecido e ele falou que sim pois os pais não estavam…. então de boas, eu queria tomar um banho e pedi para que o Vinicios ele pegasse uma toalha e eu ia devolver o short e o calouro ele acordou o dono da casa para perguntar aonde que tem toalha e ele acordou e falou e depois de 40 segundos eles me joga uma toalha, fui direto osra o banheiro que por sinal muito bonito….

Eu fui tomar o meu banho eu acabei só que a roupa minha estava no outro lado então chamei o calouro para pegar e ele bateu na porta e me entregou só que ele entrou no banheiro para me entregar e quando eu fui pegar a minha toalha caiu, eu não sabia oque fazer, peguei a toalha e tentei me esconder de novo e ele estava impressionado pois eu tinha uma bunda bonitinha eu acho que ele ficou impressionado por isso ai escutei um barulho da porta se fechando quando eu levanto os olhos o calouro está se despindo na minha frente, eu começo a me desesperar e nem sei oque fazer ai ele fala que eu tenho uma bunda redondinha e quer me comer eu nem sei oque fazer mas como eu queria desde o começo quando ele entrou eu apenas me aproximei dele e tentei beija-lo mesmo não tendo beija-do ninguém na vida ai ele começa a me pegar no cola e eu preso a ele e a pirok dele começa a crescer muito e fica roçando na minha bunda, depois de vários beijos ele começa a estimular o meu arco e dou um leve gemido não consegui resistir ele me colocou de quatro e começou a roçar mais e mais e até quando a sua pica ficou muito dura ai ele falou no meu ouvido que queria me comer até gozar no meu cu e eu só dei o sinal para ele, ele começa colocando aquela cabeça rosa/vermelho no meu arco (virgem) e ele vai de uma vez dei um gemido muito alto, e para a surpresa de todos o filho do diretor entra no banheiro curioso pelos gritos e gemidos e ele olha aquela cena e começa a se despir também ele fala que irá participar e foi para minha frente e ele coloca sua rola na minha boca sem dó e fudeu a minha boca como uma buceta e o calouro também começa a me comer com muita força e cheio de tesão…me dando tapas. enquanto o outro rapaz me fodia e gozou…. ele me puxou com muita força e colocando seu pau na minha garganta e gozando lá, que por sinal é muito bom, e logo depois sinto um jato meloso e gostoso no meu cu, depois nós se beijamos com porra e tudo depois tomamos um banho juntos e depois disso tudo fizemos o trabalho e rolou muita coisa nessa noite.

clique aqui

Contos eroticos relacionados

Relatos de contos eroticos com fotos

Deixe seu comentário

(Não divulgamos e-mail nem telefone )

Meus contos eroticos é o melhor site de relatos eróticos da internet. Sempre com os contos mais picantes e cheios de sensualidade. Aqui tem um acervo de histórias reais sobre sexo, para todos os gostos. Tem contos pornô gay, hétero, fetiche, corno, coroas e muito mais. O meu contos eróticos é atualizado diariamente, trazendo para os leitores, o melhor em conteúdo totalmente grátis para você soltar a imaginação e curtir muito prazer com cada relato real contado aqui. Você pode compartilhar com a gente o seu conto, basta clicar no link e colocar a criatividade em prática, contemplando os leitores com suas experiências sexuais mais safadas.
© 2019 - Meus Contos Eróticos – Contos de Traição, Incesto e Pornô
Porno - Xvideos - Xvideo -
SPLove - acompanhantes - garotas de programa - acompanhantes sp - Acompanhante SP - acompanhantes sao paulo - acompanhantes em sp