Meus Contos Eróticos - Contos de Traição, Incesto e Pornô » Incesto » Tirando a virgindade de minha irmãzinha

Tirando a virgindade de minha irmãzinha

  • maio 29, 2019
  • 10801 views

Sou o Rubens, tenho 23 anos, em casa moramos, eu meus pais e duas irmãs, Juliana que tem A minha idade ( 23 anos) e Fernanda, a mais velha de 24 anos. Sempre nos demos muito bem, inclusive quando morava conosco a tia Clarinha que há mais ou menos 02 anos foi fazer mestrado de psicologia na Europa.

Minhas maninhas são lindinhas, Juliana é uma loirinha muito fofinha e Fernanda, também, além de ser muito meiguinha.
Eu sou uma rapaz que dizem ser bem apessoado, 1,87, olhos claros, etc, etc e muito bem dotado. Certa vez aproveitando o pau duro com a punheta, o medi com uma régua e acho que alcançou uns 18/19 centímetros de comprimento e com diâmetro que minha mão – de um homem de 1,87, quase não abraçava.
Feitas as apresentações, ia me esquecendo, a minha Tia Clarinha, irmã de Minha Mãe tem 33 anos, é loira, muito bonita, um corpo bem malhado, pernas bem feitas, com pelinhos dourados, seios médios e ainda bem empinados e um bumbum super atrevido, redondinho e grandinho……. muito realçando em virtude da cintura fina que a Tia tem.

Crescemos todos juntos com Tia Clarinha, pois sempre morou conosco, de forma que temos grande amizade e liberdade.
Às vezes dormíamos eu minha Tia e as duas irmãs e até pintava uma sacanagem…..eu sempre era contemplado com uma punhetinha batida com mãos femininas, ora das maninhas, ora da Tia, mas não passava disso, tinha muita acanhamento, fazíamos tudo na moita, como se nada tivesse acontecido.

O tempo foi passando e minha tia terminou a faculdade e foi para a Europa fazer graduação. Sentíamos muito a sua falta, pois ela era muito companheira; até minha mãe sentia falta dela, vez que nos olhava e nos distraia, dando-lhe sossego..
O tempo foi passando e nós, eu e minhas irmãs, continuamos sempre dormindo juntos e as punhetas cada vez mais gostosas e, de certa forma, fomos nos acostumando com esta prática e acabamos trocando carícias mútuas, também fazia siririca nas meninas e elas ficavam louquinhas e agarravam meu pau que a estas alturas estava cada vez maior…um baita pau.

Certa noite, dormia apenas com minha irmã mais novinha, a Fernanda, que esta então com 23 anos., uma graça de garota, meiguinha que só ela, um gatinha…deitamos nos aconchegamos, ela virou a bundinha que se encaixou em mim e ficamos assim por alguns minutos…
mas logo comecei a sentir uma excitação sem precedente e meu pau foi ficando cada vez mais duro e roçava a bunda de Fernanda…..ela em pouco tempo sentiu aquele pau enorme encostado em seu bumbum…..

começou a mexer a bundinha de forma que a pressionava de encontro minha pica que estava duríssima……

Aquela situação perdurou mais alguns minutos…..

acho que ambos estávamos com enorme tesão e, assim, me atrevi a soltar minha rola para fora da cueca e levantar a camisola de Fernanda e a meti entre suas coxas, quentes e durinhas……ela apertou meu pau com as pernas eu o metia pra frente e pra trás….logo, logo, ela começou a abrir as coxas e arrebitar a bunda de forma que meu pua se encaixou bem na sua xoxota, só que por cima da calcinha. Em poucos instantes a calcinha de minha irmão foi tirada e sua bundinha ficou completamente nua……
aí meu pau…duro como uma lança ficou na portinha de sua bucetinha que já estava molhadinha…….
nem precisei fazer muita força..
Fernanda forçou seu traseiro contra meu pau que começou a entrar……mas estava muito apertado……..
ai lubrifiquei meu pau com saliva e continuei a empurrá-lo para dentro de sua xaninha……minha irmã começou a gemer e dar uns gritinhos de ai, ai…,


perguntei-lhe se estava doendo e ela disse que estava mas que queria que eu enfiasse mais e mais o pau dentro dela, então não demorei…dei uma estocada e o cacetão entrou todo naquela bucetinha que me pareceu virgem ainda( acredite se quiserem)
Eu perguntei pra Fernanda se já havia transado e ela me respondeu ser A primeira vez ( estranhei pois minha irmãzinha é um mulherão e deveria ter muitos caras querendo comer ela, mas como ela nunca levou nenhum namorado em casa , pode até ser verdade…) mas enfim, retornando……
Eu comecei um movimento pra frente e pra trás cada vez com mais força…e Fernanda retribuía generosa estes meus movimentos…mexendo a bunda alucinadamente, ao tempo que e gemia de gozo….e isto me dava mais tesão……
e o pau cada vez mais entrava e saia com mais vigor…….até que gozei dentro daquela bucetinha deliciosa apertadinha…….gozamos juntos….Fernanda gozou muitas vezes e minha porra escorria pela sua boceta e também dei aquela gozada esperta na boca dela………passei a mão e senti sua xaninha….se contraindo ainda………..continuamos a foder sempre e cada vez melhor.


Aguardem a volta de Tia clarinha e a trepada com a outra maninha……

 

clique aqui

Contos eroticos relacionados

Relatos de contos eroticos com fotos

2 comentários para “Tirando a virgindade de minha irmãzinha

  1. Carlos • 13 de junho de 2019

    Novinhas safadinhas que estão loucas pra da a bucetinha vamos gozar gostoso no sexo virtual deixo tua bucetinha toda gozadinha xxx xxxxxxxxxx

  2. D. • 23 de julho de 2019

    Oi eu quero gozar

Deixe seu comentário

(Não divulgamos e-mail nem telefone )

Meus contos eroticos é o melhor site de relatos eróticos da internet. Sempre com os contos mais picantes e cheios de sensualidade. Aqui tem um acervo de histórias reais sobre sexo, para todos os gostos. Tem contos pornô gay, hétero, fetiche, corno, coroas e muito mais. O meu contos eróticos é atualizado diariamente, trazendo para os leitores, o melhor em conteúdo totalmente grátis para você soltar a imaginação e curtir muito prazer com cada relato real contado aqui. Você pode compartilhar com a gente o seu conto, basta clicar no link e colocar a criatividade em prática, contemplando os leitores com suas experiências sexuais mais safadas.
© 2019 - Meus Contos Eróticos – Contos de Traição, Incesto e Pornô
Porno - Xvideos - Xvideo -
SPLove - acompanhantes - garotas de programa - acompanhantes sp - Acompanhante SP - acompanhantes sao paulo - acompanhantes em sp