A primeira vez que comi uma casada

  • fevereiro 14, 2021
  • 1987 views
1 vote

Olá…. tenho 23, tenho 1,74 de altura, porte médio. E hoje vou contar como foi quando comi minha primeira mulher casada.

Bom, na época tinha 19 anos, e sempre tive tesão em mulheres mais velhas principalmente as casadas. Um dia voltando do curso, estava no ônibus, e entrou uma mulher que aparentava ter uns 35 anos, muito bonita peitos grandes e redondos, bunda grande e empinada, ela usava uma calça social apertada que marcava muito sua buceta, que aparentava ser bem carnuda. Ela se sentou ao meu lado, e eu não conseguia resistir a olhar pra ela, ela percebeu que eu não tirava o olho e perguntou se nos conhecíamos de algum lugar, e começamos a conversar.

Papo vai papo vem, eu notei uma aliança em seu dedo, ela percebeu que eu vi, e disse que estava brigada com o marido e tava morando na casa de uma amiga, não estava habituada a pegar aquela linha de ônibus por isso nunca tínhamos nos visto antes.

Ainda faltavam 2 paradas pra eu descer do ônibus, e ela já ia descer na próxima, então decidi descer junto com ela. Chegamos na frente da casa de sua amiga, ela perguntou se eu queria entrar pra tomar uma água, eu aceitei, entramos e sua amiga ainda não havia chegado, ela disse que chegaria mais tarde da faculdade.

Começamos a conversar e ela disse que se sentia muito sozinha depois que brigou com o marido, e eu em ato sem pensar disse ” eu posso te ajudar com isso” . Nessa hora achei que tinha falado demais, mas pra minha surpresa ela respondeu “por que acha que te chamei pra entrar”. E abriu aquele sorriso de mulher decidida a dar.

Comi uma coroa pela primeira vez

Nem pensei 2 vezes, já agarrei bem firme pela cintura e nos beijamos, desci a mão até sua bunda e passei bem no meio daquele rabo grande e quente, fui escorregando a mão pra frente e toquei naquela buceta que eu tanto olhava, ali toda estufada naquela calça apertada, ela deu um leve gemido e vi seu pelos arrepiados quando comecei a massagear seu grelo por cima da calça.

Tirei minha camisa, ela tirou a dela também, e pude ver seu peitos grandes e durinhos… cai de boca, chupei muito e seus bicos ficaram duros. Abri sua calça, e ela tirou, pedi pra que ficasse apoiada na parede de costas pra mim, e empinasse o rabo, ela obedeceu igual uma cachorrinha, jogou o rabão pra trás com uma calcinha minúscula toda atolada, sua buceta era tão grande que nem cabia na calcinha, me ajoelhei atrás dela abri seu rabo, e comecei a lamber seu cu por cima da calcinha, puxei a calcinha pro lado e vi aquele cuzinho rosado, meti a língua e comecei a chupar aquele cu com vontade ela se contorcia e piscava o cuzinho na minha boca. Abri mais sua bunda e cheguei na buceta, que ja tinha um melado escorrendo pelas pernas dela, meti a língua e lambi o melado até chegar a buceta, chupei seu grelo, e enfiava a língua mais fundo que conseguia e depois voltava pro grelo.

Eu não aguentava mais, tinha que meter naquele bucetão que me deixou maluco, botei o pau pra fora, nessa hora meu pau ja estava todo melado que chegava a escorrer pela cabeça. Apontei o pau na buceta e fui enfiando, a buceta dela era apertada fui sentindo a cabeça do meu pau grosso abrindo os lábios da buceta e escorregando pra dentro da buceta melada. Ela logo engoliu meu pau com aquele bucetão quente. Comecei a meter segurando forte o cabelo dela, bombando forte e batendo na sua bunda que ficou toda vermelha. Ela disse q ia gozar, e senti sua buceta contraindo e apertando meu pau.

Ela mandou eu sentar no sofá, e ja veio por cima, sentando com força, não aguentei e gozei dentro da buceta, mas ela não parou, continuou sentando forte e pra minha surpresa, a buceta dela começou a esguichar no meu pau, eu delirei de tesão. Ela disse q queira dar o cu, então tirei o pau da buceta dela, aproveitei que estava todo melado de porra e mel dela, e apontei no seu cuzinho, forcei um pouco e a cabeça entrou, ela se encarregou de enfiar o resto, sentou com força e seu cu engoliu meu pau inteiro. Ela sentava sentindo meu pau por completo, subia até a cabeçinha e descia com força até a base, minhas bolas batiam na sua bunda e faziam aquele barulho de foda maravilhoso. Ela por um tempo e gozou 2 vezes seguidas.

Ela tirou o pau do cu, e pôs na boca e começou a chupar igual uma piranha, o melado da buceta dela tinha escorrido até meu saco ela lambeu e limpou tudo, começou a punhetar pedindo leite, eu logo gozei, vários jatos e porra grossa bem quente, ela não dispersou nem 1 gota tomou tudo e ainda limpou o caralho todo.

Fomos tomar banho meu pau ficou duro de novo e acabamos fudendo de novo, comi só o cuzinho dela dessa vez.

Bom é isso, transamos mais algumas vezes depois disso. Depois tiver que me mudar, mas ainda temos contato por Whatsapp. Vamos marcar pra matar a saudade.


Ver mais relatos de contos eróticos com fotos

Deixe seu comentário

Meus contos eroticos é o melhor site de relatos eróticos da internet. Sempre com os contos mais picantes e cheios de sensualidade. Aqui tem um acervo de histórias reais sobre sexo, para todos os gostos. Tem contos pornô gay, hétero, fetiche, corno, coroas e muito mais. O meu contos eróticos é atualizado diariamente, trazendo para os leitores, o melhor em conteúdo totalmente grátis para você soltar a imaginação e curtir muito prazer com cada relato real contado aqui. Você pode compartilhar com a gente o seu conto, basta clicar no link e colocar a criatividade em prática, contemplando os leitores com suas experiências sexuais mais safadas.
© 2021 - CONTOS ERÓTICOS – Contos Eroticos, Sexo e Porno (2021)

porno - xvideos - contos eroticos - contos eróticos - quadrinhos eroticos - hentai - X Videos - Filmes Porno - Acompanhantes DF

error: