Diversão na sauna gay

  • agosto 3, 2022
  • 3.903 views views
0 votes

Somos seis amigos, Paulo, Flavinho, Rick, Danilo, Pablo e eu. Meu nome é Carlinhos, tenho 22 anos,todos estudantes de moda da universidade da minha cidade. Alguns de nós são gays assumidos, outros são héteros que gostam de dar aquele perdido nas namoradas, eu sou um desses. Toda sexta feira reunimos a turma e saímos para tomar uma, Aline nunca está presente, ela sai tarde do shopping onde trabalha, ficando inviável encontrar com a minha galera. Ela não pode nem desconfiar o que se passa na sauna Gay do clube que eu meus amigos frequentamos. Por pouco não fomos pegos no mês passado. A gritaria foi tanta que chamou atenção de vários usuários do clube. Eu gosto de dar uma escapulida, já tive vários casos com alguns caras, tenho muita vontade de dar o cu, mas Aline é conservadora demais, jamais entenderia esse meu desejo. Na verdade eu vivo um conflito interno, sei o quanto é errado manter esse tipo de relação enganando a minha namorada, mas também não admito silenciar os meus impulsos por toda minha vida. Certamente eu sou bissexual, mas não tenho coragem de me assumir socialmente, então acho mais fácil dar uma fugidinha vez ou outra.

Nós seis reservamos o primeiro horário da sauna no próximo sábado e eu sei que sairemos daquele jeito. A última vez que nos encontramos  eu mamei dois dos meus amigos, foi tudo muito bom, comi ambos, nesse dia eu nem tentei dar meu cu, fiquei um pouco sem jeito. Eu sempre enfio meu pau no rabo deles, mas nunca dei meu cuzinho para ninguém. Espero que neste sábado tudo aconteça, que seja pau na minha cara, no meu rabo, pau por todo lado, nós não vamos para a sauna com outro objetivo além do sexo.

Rick é primo de Aline e eu gostaria de perder a minha virgindade no cacete dele, já chupei muito aquele pau, já bebi aquele leitinho várias vezes, mas ele nunca sequer tentou me comer. Irei me oferecer para ser a sua cachorrinha, espero ansioso para que aceite e me coma ali,na frente de todos. Ele é loiro, alto, tem olhos azuis, é barbudo,um deus nórdico e o seu pau imenso remete ao machado do deus do trovão.

Diferente de mim ele é assumido, então não precisa se camuflar em nenhum conceito, o que deixa a situação mais fácil e desimpedida. Mandarei uma mensagem deixando nas entrelinhas o meu desejo, Rick não é bobo, ele logo irá perceber a minha vontade de ser comido por ele.

Mensagem para o Ricardão

 Acabei de deixar Aline em casa, saímos do shopping e fomos lanchar, tento ser um namorado presente, a trato com todo amor e cuidado do mundo, eu posso garantir o quanto amo minha namorada, quero me casar com ele, construir a minha família dos sonhos, ela é muito importante para mim. Assim como Rick, Aline é loira, alta, também tem olhos azuis e mais parece uma pintura de tanta delicadeza.

Tudo que mais desejo é que ela se sinta amada e assim como eu também possa fazer planos futuros. Nosso sexo é maravilhoso, meu amorzinho tem a bucetinha mais rosinha que já vi e olha que já passei o rodo na minha cidade, já peguei inúmeras mulheres, mas nenhuma se iguala a sua beleza. Em nosso próximo aniversário de namoro eu irei a pedir em casamento, já estou juntando o dinheiro para nossa aliança, quero que tudo saia perfeito. Desci a garagem do prédio de Aline e logo mandei mensagem para Rick dizendo, oi primo, e aí, tudo certo para sábado? Confidenciei a Rick o desejo de sentar na sua rola, de rebolar meu rabo enquanto seu mastro erguido pulsava dentro de mim freneticamente. Olha só que proposta irrecusável?! Mandei para ele logo após a minha confissão. Ele riu, disse que eu era muito pervertido, que queria perder o selinho do cu no pau do primo da namorada dele. Isso aumentava ainda mais o meu tesão. Realmente eu estava passando dos limites, mas eu queria muito que ele aceitasse, queria muito poder gozar enquanto levava leitinho no rabo. Essa seria a minha chance de ouro, o meu melhor momento, na certeza que nada que acontecesse ali sairia dali. Por mais que meu primo emprestado não achasse muito legal me comer nessa situação, ele também não recusou, disse que se eu desse tão gostoso quanto eu havia mamado que ele iria fazer de mim sua cachorrinha fixa. Amo tanto a família da Aline que logo quero os dois parentes. Resolvemos fazer uma chamadinha de vídeo, ele me pediu para usar uns brinquedinhos e eu realmente guardava os meus vibradores as setes chaves. Fiquei de 4 para ele, de costas para a câmera e me penetrei com o mais grosso dos meus vibradores. Do outro lado ele batia aquela punheta que só aumentava o meu tesão e eu já estava ansioso para a sauninha de sábado.

Lati de tesão com o cu lambuzado de babosa

 Na sexta feira que antecedeu o dia do nosso encontro nós achamos melhor não nos encontramos para não gerar nenhum burburinho, tudo que mais queríamos era sermos vistos apenas como bons amigos da turma de direito, afinal o que ninguém sabe, ninguém estraga e alguns de nós mantemos um relacionamento hétero. Naquela noite a Aline dormiu lá em casa, minha mãe era apaixonada por ela, então seria mais fácil a deixar na Cia da sogra enquanto eu fosse me perder naquele antro de putaria. Tudo correu muito bem, tomamos café da manhã, voltamos para o quarto para uma trepadinha de bom dia, estavamos as mil maravilhas, aquela era a mulher da minha vida, a futura mãe dos meus filhos e isso me tornava um homem praticamente completo. Eu já tinha aceitado a vida dupla que aconteceria assim que eu experimentasse o sexo anal, acho inclusive até melhor que seja Rick, ele jamais iria deixar algo vazar e fazer com que a prima que ele tanto ama viesse a sofrer. Peguei meu capacete, liguei a moto e corri para o clube.

Chegando lá, todos os meninos estavam animados, eu poderia comer quantos fossem, lamber quantos fossem, mas o meu cu só seria dele, do Ricardão. Paulo tinha cabelos longos e sempre levava babosa para hidratar as madeixas, saia de lá sempre com os cachos bem definidos, eu como era tão careca quanto a cabeça do meu pau, nem me ligava que além dos cabelos existiria outras utilidades para a planta.

Começou o trepa, trepa, enquanto uns davam o cu, os outros chupavam, e eu queria ser comido por um enquanto estivesse abocanhando o cacete de outro. Começamos as carícias, os beijos, as masturbações. A putaria rolava solta, um amigo comia o outro, uma terceira pessoa gozava na boca daquele que estava sendo comido. Era de deixar qualquer um com o tesão nas alturas. Eu fui escorregando a minha boca pelo corpo esculpido de Rick, passando a mão por toda sua bunda, enfiando o dedo no seu cuzinho enquanto sentia seu pau endurecendo na minha frente. Me virei de costas, suspendi uma perna e deixei a outra levemente aberta, me reclinando totalmente na sua frete. Estava com medo de doer e passar vergonha na frente dos outros meninos, mas assumi o posto de putinha e deixei a cena acontecer. O primo de Aline lambuzou meu cu com a polpa da babosa e me comeu com força, comecei a latir com as estocadas, eu era uma cachorrinha obediente.

Para que eu ficasse mais soltinho pedi a Paulo que deixasse eu chupar sua rola enquanto eu era enrabado, por sua vez, Paulo também passava a língua no pau do outro amigo que estava fazendo sauna. De um lado para o outro estávamos todos trepando, uns dando o cu, outros comendo e outros mamando. Por fim todos começaram a alternar as posições, só eu que me mantinha ali, dando para Rick. Comecei a rebolar, rebolar, rebolar, até que ele gozou, virei de costas para pegar a toalha, me abaixei e Flavinho veio beber no meu rabo a leitada de Rick. Saindo do clube trocamos algumas palavras e eu me disponibilizei a ser seu amante no sigilo. Acho que ele vai aceitar, quem sabe eu induza Aline a entrar na dança do sexo anal na próxima vez. Como ela e dou para ele, seria o meu sonho de princesa.

*todos são nomes fictícios


Ver mais relatos de contos eróticos com fotos

Deixe seu comentário

Meus contos eroticos é o melhor site de relatos eróticos da internet. Sempre com os contos mais picantes e cheios de sensualidade. Aqui tem um acervo de histórias reais sobre sexo, para todos os gostos. Tem contos pornô gay, hétero, fetiche, corno, coroas e muito mais. O meu contos eróticos é atualizado diariamente, trazendo para os leitores, o melhor em conteúdo totalmente grátis para você soltar a imaginação e curtir muito prazer com cada relato real contado aqui. Você pode compartilhar com a gente o seu conto, basta clicar no link e colocar a criatividade em prática, contemplando os leitores com suas experiências sexuais mais safadas.
© 2024 - CONTOS ERÓTICOS – Contos Eroticos, Sexo e Porno

pornô - contos eroticos - contos eróticos - quadrinhos eroticos - hentai - Filmes Porno - Porno - Xvideo - Videos de Sexo - Cnnamador - Xvideos - Xvideos10 - Videos Pornô - Xvideos onlyfans