Minha primeira vez foi magnífica

Na época eu tinha 18 anos, já tinha o corpo bem formado, toda durinha e com um bumbum bem avantajado. Quem me fez mulher foi o meu primeiro namorado. Ele na época tinha 18 anos, porte atlético, alto e muito bonito.
Logo de cara fiquei louca por ele. Me apaixonei de verdade.

Ele era muito carinhoso e adorava me provocar, todas as vezes que estávamos namorando além de me beijar gostoso, adorava apertar minha bunda e apalpar meus peitinhos.

Num determinado dia ele enfiou a mão por dentro da minha bermuda e começou a fazer carinho no meu rabinho enquanto sarrava gostoso minha bucetinha. Fiquei doida com a situação.

Estava com um tesão tão grande que não liguei para o que ele fazia. Eu estava eufórica e com um desejo imenso de pegar no seu pau. Enfiei minha mão por dentro da sua bermuda e peguei no seu pau. Podia sentir ele pulsando de tesão e estava duro feito roxa.

Enquanto eu acariciava o seu pau pude sentir algo saindo dele. Ou seja. Ele gozou na minha mão. Sujou toda sua roupa. Kkkkkk

Com a mão ainda suja com seu leite aproveitei e cheirei e provei seu gosto. Era cheiroso bem consistente e o sabor não era ruim. Ele me beijava feito louco, com um tesão que eu nunca tinha visto. Nem ligou por sujar sua roupa.

Alguns dias depois, fomos convidados pra uma festa de aniversário. Me produzi toda, e recebi muitos elogios por isso. Realmente estava de chamar atenção. Um vestidinho bem curto colado deixando aparecer todos os contornos do meu corpo. Estava me sentindo uma princesa.

Uma fantástica noite na qual perdi a virgindade

Durante a festa nós afastamos um pouco para dar uma namorada. Começamos com uns beijos e algumas carícias.
Depois de um tempo a coisa começou a esquentar. Ele começou a passar a mão na minha bucetinha, pois com o vestido curto facilitava essa atitude. Em um determinado momento ele afastou minha calcinha e começou a brincar com meu grelinho. Resolvi retribuir e coloquei seu pau pra fora.

Era lindo, grosso e muito grande.  Então comecei a punhetar.

Minha bucetinha parecia pegar fogo com o seu toque. Não resistindo mais, pedi que ele me possuísse, ali mesmo.
Ele então disse que não. Que era minha primeira vez e que eu merecia coisa muito melhor. Guardou seu pauzao, pediu que eu me arrumasse pegou na minha mão e fomos caminhando pela rua, até que chegamos na porta de um motel.  Nesse momento me beijou gostoso, e fomos caminhando e entramos no motel.

Quando chegamos no quarto foi uma loucura. Arranquei minha roupa enquanto ele arrancava a dele. Logo estávamos peladinhos.

Enquanto nos beijávamos podia sentir seu pau já duro tocando meu corpo. Em um determinado momento ele o colocou entre minhas coxas rosando na minha bucetinha. Nesse momento pude sentir minha buceta ficar úmida, e senti um calor tão grande que parecia estar em chama. Então ele me levou pra cama abriu minhas pernas e começou a chupar minha bucetinha.

Que sensação maravilhosa sentir sua língua em mim.

Aos poucos ele foi rodando o corpo até seu pauzao chegar na direção do meu rosto e sem perder tempo o coloquei na boca e comecei a chupar. Estávamos fazendo um 69 maravilhoso.

Depois de um longo tempo ele se levantou beijou minha boca e se colocou entre minhas pernas. Respirei fundo e fiquei aguardando o desfecho da situação.

Quando ele encostou seu pauzao na portinha da minha bucetinha senti um arrepio e o calor aumentou. Então ele começou a esfregar a cabeça do pau por toda a minha buceta. Era uma sensação maravilhosa.

Quando ele começou a forçar sua entrada e pude sentir minhas carnes sedendo e se abrindo para sua entrada, foi maravilhoso. Mais quando a cabeça entrou senti um incomodo muito grande e uma dorzinha enjoada. Me preparei para resistir ao que viesse.

Aos poucos ele foi entrando e ao mesmo tempo fui resistindo ao seu pauzao. Podia sentir minhas carnes cedendo pra ele. Seu pau era muito grosso e arregaçou toda minha bucetinha. Quando senti seu saco tocando em mim, imaginei que estivesse todo dentro, e logo ele começou no vai e vem.

Era fantástica a sensação.

Poder sentir ele entrando e saindo foi uma realização pra mim. Consegui gozar pela primeira vez, cheguei ficar mole.
Estava me sentindo muito bem e realizada. Quando ele estava pra gozar tirou rapidamente e ao mesmo tempo eu o coloquei na boca e esperei seu leitinho. Logo estava com a boca cheia de leite e o engolia com gosto.

Fiquei dolorida mais realizada e satisfeita.

Tomamos um banho e voltamos para a cama. Dessa vez foi mais tranquilo. Já não doeu tanto e pude sentir mais prazer.

Gozei outras vezes, e outra vez tomei seu leite. Foi realmente maravilhoso!


Ver mais relatos de contos eróticos com fotos

3 comentários para “Minha primeira vez foi magnífica

  1. Anônima • 23 de janeiro de 2022

    Que delicia ! Queria perder a virgindade assim também

    • Harold • 2 de junho de 2023

      Oi Anonima, faça contato comigo te darei muito carinho e tesão. Beijos Harold

  2. luzia • 20 de fevereiro de 2022

    Realmente a primeira vez não dá pra esquecer, principalmente se for com carinho.
    É magnífico.

Deixe seu comentário

Meus contos eroticos é o melhor site de relatos eróticos da internet. Sempre com os contos mais picantes e cheios de sensualidade. Aqui tem um acervo de histórias reais sobre sexo, para todos os gostos. Tem contos pornô gay, hétero, fetiche, corno, coroas e muito mais. O meu contos eróticos é atualizado diariamente, trazendo para os leitores, o melhor em conteúdo totalmente grátis para você soltar a imaginação e curtir muito prazer com cada relato real contado aqui. Você pode compartilhar com a gente o seu conto, basta clicar no link e colocar a criatividade em prática, contemplando os leitores com suas experiências sexuais mais safadas.
© 2024 - CONTOS ERÓTICOS – Contos Eroticos, Sexo e Porno

pornô - sites porno - contos eroticos - contos eróticos - quadrinhos eroticos - hentai - Filmes Porno - Porno - Xvideo - Videos de Sexo - Cnnamador - Xvideos - Xvideos10 - Videos Pornô - Xvideos onlyfans