A gordinha da minha vida e o melhor sexo

  • novembro 9, 2020
  • 4317 views
3 votes

Estava em um momento onde muitos já se encontraram alguma vez na vida, havia pouco tempo que tinha terminado um relacionamento que durou muito mais que o necessário, uma relação tóxica que era focada em sexo, mas o restante não valia a pena. Confesso que sofri demais nessa relação e com o seu término estava decidido em aproveitar a vida e recuperar o tempo perdido. E foi o que fiz de imediato, logo assim que me dei como descompromissado tratei de sair para caçar, estava solteiro.

Não sou bonito nem nada, mas tenho o meu charme e quando quero sei usar muito bem. Deixem eu me descrever, me chamo Breno(*), tenho 25 anos, sou branco, tenho o cabelo castanho escuro, olhos também castanhos que dependendo da luz são esverdeados, magro, nariz grande porém bem definido, altura de 1,89cm , resumindo sou um cara normal, nem bonito, nem feio.

Voltando a minha vida de solteiro após 3 anos e meio de namoro e faminto por sexo, sim eu amo sexo!!! Dois dias atrás tinha ido à loja de um amigo, onde alguns colegas eram seus funcionários e onde a galera se encontrava as vezes, e logo que cheguei me deparei com uma verdadeira deusa gordinha, morena clara, estava vestida de branco, uma calça justa que realçava lindas coxas grossas e uma bunda espetacular, imaginem a metade de uma bola, de tão redondinha e protuberante que é essa bunda, um bumbumzão perfeito!!!!

Estava também com uma blusa branca que abrigava um volume bem generoso de peitos arredondados, notei que também usava tênis branco, pensei depois de ficar um bom tempo hipnotizado por sua beleza que ela só poderia trabalhar na área da saúde e estava voltando de plantão. Sim, fiquei hipnotizado por aquela gordinha, e ainda nem descrevi sua face, farei isso agora, tinhas os cabelos ondulados tingidos de vermelho escuro na altura da cintura, usava óculos com armação de metal, olhos castanhos claros tão doces que foi impossível desviar meu olhar e uma boca carnuda e definida.

Fiquei um bom tempo admirando a gordinha mais perfeita que eu já tinha visto e ela nem me notou, estava ocupada demais rindo das bobeiras que meus colegas falavam, o papo estava bem animado, todos estavam bem alegres e ela era o centro das atenções, naquele instante percebi que não teria a mínima chance em ser notado, mas não me abalei por nem a conhecer, não fiquei muito tempo ali, só o suficiente para ouvir o seu nome: Cecília(*).

Depois de um breve papo com Meu amigo, fui embora com a imagem de Cecília gravada em minha mente. No dia seguinte já acordei com Cecília na cabeça e decidi ir tomar café na loja de laticínios desse meu amigo, e após comermos fui direto ao ponto e perguntei quem era aquela gordinha linda que estava lá ontem, ele me disse que era sua comadre que tinha chegado da cidade onde morava e que tinha voltado a morar com a mãe e o filho de três anos e que ele era o padrinho do garoto.

Não demonstrei todo o meu interesse, fiz apenas essa pergunta e mudei de assunto, mas o destino é muito brincalhão e logo depois quem chega na loja? A minha Deusa ruiva gordinha, Cecília chegou muito nervosa pedindo a ajuda dele porque sua gatinha estava com algum problema, acho que estava morrendo, mais uma vez nem me notou, só que dessa vez fiz questão de falar com ela, um simples _Oi Cecília! Que foi respondido com outro Oi, acho que ela estava tão nervosa que nem percebeu que eu tinha a chamado pelo nome sem a conhecer.

Vi que não era o momento de tentar uma aproximação e me despedi dos dois. A Noite fui convidado para ir à casa desse amigo para uma resenha com poucos amigos, e para a minha surpresa Cecília estava lá. Era o momento perfeito para conhece-la e aconteceu de forma bem natural, quando percebi estávamos só os dois em um papo muito animado sobre filmes e percebendo que tínhamos gostos bem parecidos para filmes e sobe que ela também tinha 25 anos.

Eu não conseguia desviar a atenção dela, fazia um certo esforço para disfarçar e não parecer que era um bobão, mas na verdade estava com os quatro pneus arriados por ela, queria aquela mulher para mim. Que gordinha gostosa, não só fisicamente, mas de um papo legal e um riso fácil e muito gostoso de ouvir. A noite correu de forma tranquila e não rolou nenhuma tentativa de ambas as partes, na verdade eu nem sabia se eu tinha despertado nela algo a mais que amizade.

Na manhã seguinte, recebi uma ligação do Pedro(*) esse meu amigo da loja, pedindo para eu ir tomar café com ele na loja que ele tinha algo para me falar. Cheguei e ele ainda estava abrindo a loja, já fui logo perguntando o que ele tinha pra me falar e ele respondeu na lata: Mulher! Não entendi muito bem na hora e ele foi complementando dizendo que a noite teria um show e que ele iria pedir a namorada em noivado e perguntou se eu gostaria de ir e que tinha alguém interessada em mim. Perguntei quem era e ele fez certo mistério respondendo que na noite anterior depois que fui embora, ela tinha ido perguntar a sua namorada sobre mim, se eu estava namorando e que tinha gostado muito de mim.

Naquele momento fiquei atônico sabendo que era a Cecília. Respondi com um sonoro é claro que vou!!!  E passei a manhã com ele na loja, lá pelas 11:00h Cecília chega na loja, dessa vez ela usava uma saia curta jeans, fiquei doido com aquelas pernas, coxas deliciosas. Ela já chegou com a intenção de ficarmos juntos, mas eu sabendo que era uma situação armada, rolou um constrangimento da nossa parte e não ficamos. Guardei a expectativa para a noite. Em casa dormi a tarde toda, quando acordei já era noite e parti para me arrumar para o encontro, tratei de ficar bem cheiroso também.

Marcamos na casa do Pedro para irmos no mesmo carro. Quando cheguei ela já estava lá, e estava muito linda, usava uma calça cargo jeans justa e uma blusa marrom desses tecidos transparentes fininhos que dá para ver o sutiã, uma delícia. Só que o clima estranho de situação armada permaneceu, eu queria chegar já atacando e não foi o que aconteceu e nem no carro rolou, quando saímos do carro tomei coragem para quebrar esse clima e deixei meus amigos irem na frente e segurei na mão da Cecília para que ela ficasse para trás comigo e naquele momento senti algo que nunca tinha sentido antes, um nervosismo digno de um adolescente virgem e disse que estava doido para beijar a sua boca e ela disse que também estava.

Nos beijamos no meio da rua, mas não foi um simples beijo, foi algo mágico, alguma coisa estava acontecendo ali e era recíproco eu tinha certeza, o tempo parou e os carros também! Kkkkkk fomos interrompidos por buzinas dos carros que queriam passar, só tivemos o instinto de ir para a calçada e continuamos a nós beijar, o melhor beijo da minha vida, havia muito tesão ali, fiquei de pau durasso, sentia ele pulsar dentro da calça e ao mesmo tempo havia uma troca de ternura, parecia que um queria fazer do outro o ser mais importante e desejado do mundo naquele beijo que eu não queria que acabasse nunca.

Quando paramos de nos beijar foi automático pegar em sua mão e caminharmos até o local do show como dois namorados, mas sem dizer uma única palavra, na minha cabeça eu só pensava o que estava acontecendo comigo, não me permitia apaixonar em um primeiro beijo. Chegando, já estavam nossos amigos em uma enorme mesa e em um clima muito agradável no show, era uma banda cover.

Ficamos em pé encostados na parede nos pegando e passando uma certa vergonha kkkkkkk porque não conseguíamos parar de nos beijar, eu estava com a minha tão desejada gordinha em meus braços, eram beijos intensos em que nossos corpos se pressionavam involuntariamente numa excitação escancarada que levava Cecília de tempo em tempo ia ao banheiro, claro que na companhia da noiva do Pedro ( mulher não sabe ir ao banheiro sozinha), depois ela me contou que era para se secar porque estava molhada demais com os nossos amassos.

A cena da nossa pegação devia mesmo estar bem excitante, porque nas vezes que ela ia ao banheiro a vocalista da banda vinha ao meu encontro e cantava bem perto da minha boca, me olhando nos olhos, dando mole mesmo na cara de pau! Só que eu só pensava em Cecília e nem dava bola para a vocalista que era bem gata por sinal, mas geral notou e brincaram muito com a situação.

Desejando a gordinha gostosa

O show acabou e no intervalo finalmente sentamos à mesa para bebermos um pouco e também esfriar um pouco aquele fogo que estava intenso demais para ser em público, a nossa química foi perfeita. Quando começou o outro show alguns amigos já começaram a ir embora e pouco tempo depois Pedro avisou que também iria pois ia abrir a loja pela manhã. Eu não queria de jeito nenhum que aquela noite acabasse ali e com a desculpa de que queríamos ouvir uma música que ele ainda não tinha cantado decidimos ficar, na verdade eu queria era levar minha deusa para um motel.

Quando eles saíram cheguei ao seu ouvido e disse que queria passar a noite com ela aos meus braços, para a minha surpresa ela me disse que se eu não chamasse, ela que iria chamar. Curtimos agarradinhos a esperada música, que se tornou a nossa música e após o show partimos para o motel. Tive o cuidado de não beber muito já pensando nisso, quando bebo mais um pouco demoro bastante para gozar. Pegamos um quarto simples, queríamos apenas uma cama e um ao outro, não precisava de mais nada. Já antes de entrar no quarto o tesão já estava a mil e assim que entramos já nos jogamos na cama e um frenesi tomou conta dos nossos corpos ainda de roupa nos beijamos com a intensidade de seres famintos por prazer, tirei sua blusa e se revelaram os peitos fartos com bicos protuberantes e auréolas grandes que não resisti e cai de boca chupando vagarosamente e lambendo seus mamilos e apertando com firmeza arrancando deliciosos gemidos da gordinha, chupava seus peitos revezando com beijos safados e até então ela não tinha pegado no meu pau que estava duro como uma pedra.

Fui descendo beijando seu corpo começando pelo pescoço, seios, barriga e tirei a sua calça deixando minha gordinha só de calcinha que era bem normal por sinal, a virei de bruços e pude contemplar aquela bunda espetacular, sim uma bunda perfeita que apesar de gordinha tinha pouquíssimas estrias e quase nenhuma celulite, não que eu me importe com isso, eu realmente adoro gordinhas, são meu tipo preferido, mas Cecília era espetacular.

Mordi, beijei e apertei sua bunda por um bom tempo e o pau parecia que ia explodir. Fui ao banheiro e voltei só de sunga para o quarto, estava de sunga branca tipo boxe e quando ela me viu desse jeito, vi em seus olhos um misto de espanto e desejo pelo meu pau, tenho 22 cm de rola, voltei para cama e Cecília não perdeu tempo em arrancar minha sunga e abocanhar meu caralho com maestria lambendo e sugando a cabeçona e aos poucos tentando colocar o máximo da rola na boca me deixando doido de tesão e começou a chupar feito uma doida e a massagear as bolas, depois começou a chupar sem usar as mãos e ela era maravilhosa fazendo isso, enquanto eu puxava sua calcinha para o lado para sentir sua buceta muito melada sem ainda ver aquele bucetão, ela chupou muito o pau ao mesmo tempo que eu a deixava alucinada com meus dedos no seu grelinho.

Já não aguentava mais de vontade de sugar todo aquele mel que escorria pelos meus dedos e em um movimento a deitei na cama e tirei sua calcinha, tive a visão de uma buceta bem gordinha e perfeita com poucos pelos e um grelinho pequeno que me chamava para lamber e chupar, não perdi tempo e fui beijando sua coxas e descendo até sua buceta onde chupei com muita vontade arrancando muitos gemidos e palavras desconexas, que delícia de buceta cheirosa, seu primeiro gozo não demorou muito, Cecília gozou demoradamente cravando suas unhas em minhas costas e me chamando de safado.

Após gozar ficou de quatro e implorou que metesse na sua buceta, mas com uma voz sussurrada de gatinha manhosa, pediu que eu metesse bem devagar que meu pau era muito grande, atendi seu desejo passando a cabeça pelo grelinho e por toda buceta sem meter, deixando ela doida de tesão e quanto mais eu fazia isso mais ela implorava por pica, até que meti a cabeça e aos poucos fui metendo bem lentamente agarrado naquela raba enorme, o pau já estava pela metade quando em um movimento Cecília chegou seu quadril para trás enterrando o cacete inteiro na sua xota, deu um grito e ficou parada por um tempinho, aí comecei a bombar, no início mais lentamente aumentando os movimentos aos poucos e ela se derretendo na minha piroca, gritava como uma puta e isso me deixava louco, eu já estava metendo o pau todo em estocadas fortes sem me preocupar em estragar aquela bucetinha apertada quando ela gozou novamente, coloquei ela de ladinho com as pernas trêmulas abertas e continuei a meter feito um bicho enlouquecido, assim eu tinha uma visão perfeita dos seus peitões balançando com as metidas e sua cara de puro prazer.

Ficamos metendo bastante tempo, acho que uns 40 minutos até que anunciei que ia gozar e ela com cara de safada pediu que eu gozasse e gozei muito, mas muito mesmo!!! Enchi a camisinha. Caí em cima dela e nos beijamos apaixonadamente.

Após nos recuperarmos tomamos banho, não juntos como eu queria e voltamos para a cama para o segundo round que foi mais calmo e romântico com muitos beijos na boca e uma delícia. Dormimos agarradinhos e pela manhã demos Uma rapidinha e fomos embora. Hoje somos casados e felizes. Tenho muitas outras transas com ela para relatar, mas isso deixo para um próximo conto.

(*) Nome fictício.


Ver mais relatos de contos eróticos com fotos

Deixe seu comentário

Meus contos eroticos é o melhor site de relatos eróticos da internet. Sempre com os contos mais picantes e cheios de sensualidade. Aqui tem um acervo de histórias reais sobre sexo, para todos os gostos. Tem contos pornô gay, hétero, fetiche, corno, coroas e muito mais. O meu contos eróticos é atualizado diariamente, trazendo para os leitores, o melhor em conteúdo totalmente grátis para você soltar a imaginação e curtir muito prazer com cada relato real contado aqui. Você pode compartilhar com a gente o seu conto, basta clicar no link e colocar a criatividade em prática, contemplando os leitores com suas experiências sexuais mais safadas.
© 2020 - Contos Eróticos – Contos de Traição, Incesto, Pornô e Sexo

porno - xvideos - contos eroticos - contos eróticos - quadrinhos eroticos - hentai - X Videos - Filmes Porno - Acompanhantes DF

error: