CONTOS ERÓTICOS - Contos Eroticos, Sexo e Porno (2021) » Incesto » Conto de sexo Incesto – Pai e Filha – Conto real

Conto de sexo Incesto – Pai e Filha – Conto real

  • maio 29, 2019
  • 112553 views
29 votes

Essa é uma história simples. O problema é fácil de ser compreendido. Tenho uma filha que é mais elegante que a outra. Minha filha, o nome dela, sempre foi uma mulher atraente. Desde de novinha procurava se vestir com boas roupas, se maquiar, chamar atenção. A outra, minha filha mais nova, já é mais sem pretensão, mais largada e tal.

Embora ambas sejam belíssimas, a mais nova com 18, e minha outra filha com 25 anos, esta sempre me chamou muito mais atenção, ainda que eu só procurasse vê-la como pai.

Minha filha tem o corpão de filha desenvolvida, além de ser belíssima de rosto.

Quando íamos a praia, há alguns anos, a outra era mais nova e chamava pouca atenção, enquanto a outra filha, com 25 anos, atraia todos os olhares para si e fazia a mãe ficar com vergonha.

Nunca vi pernas mais bonitas em toda minha vida! Vestia um biquíni branco. Sua bunda tem o formato perfeito de coração, carnuda, e, na parte de baixo desse coração, um espaço entre suas coxas se formava e permitia ver por trás sua vulva cheia, escancarada no biquíni.

Longe de minha filha ser vulgar, sabia lidar com sua beleza de forma impressionante. Quem a abordasse ela sabia dispensar com um simples levantar de mão.

Certo dia, quando ela ainda morava em casa, minha filha me fez levantar umas 3:oo da madrugada para lhe abrir o portão. Chegava de uma festa numa das boates mais seletas desta cidade. Costumava andar nos melhores cantos com as amigas.

Estava linda. Toda produzida, vestido de noite, maquiagem profissional e tal. Me esperava cansada no pé da porta, o salto na mão, preocupada com a rua deserta. Abri e entramos em casa, e ela para não acordar ninguém passou para um dos quartos no andar de baixo mesmo. Eu, porém, como não queria mais acordar naquela noite, aproveitei o banheiro para dar uma mijada, ainda que não estivesse com vontade.

Displicentes, deixei a porta aberta e balançava o pau, quando, para meu espanto, olho de lado e vejo minha filha parada na porta, apenas de lingerie. Ela também deve ter tomado um susto. Vestia apenas uma calcinha, sutiã, e uma meia branca, que vinha até o meio das coxas e se prendia na calcinha por umas tiras laterais.

Minha filha não parava de olhar para meu pau em minha mão. Confesso que ele não estava duro, estava um mole grande. Mas com a imagem daquela gostosa de calcinha no pé da porta, mesmo sendo minha filha, incontrolavelmente meu pau endureceu em minha mão. Nessa hora ela disse:

– Desculpa, não sabia que tinha alguém… – disse, sem no entanto mover um passo.

Eu não conseguia desviar os olhos de sua vulva. Estava hipnotizado em sua calcinha, e não respondi nada. Ela, vendo a cena, ao invés de sair disse:

– Vim só lavar as mãos – e fez foi entrar no banheiro e do jeito que estava parou ao lado na pia.

Tomei um susto com aquela atitude inesperada, foi quando notei que meu pau já estava apontando para o teto de tão duro.

Contudo não me preocupei em escondê-lo, pois quem mandou ela entrar? Além do mais, seria inútil tentar com a imagem de sua bunda seminua empinada na pia, lavando a mão.

Então segurei meu pau pela base, junto com o saco, para possibilitá-la de ver melhor, e assim ficou aquele membro grande, grosso, com a cabeçona vermelha e cheio de veias exposto ao lado de minha filha, que ao olhar se assustou e disse:

– Não vai fazer xixi?

– Não estou conseguindo.
Como eu estava visivelmente excitado e minha filha tinha conseguido tirar os olhos de minha vara, por impulso eu disse:

– Queria o sabonete… – e, sem esperar que ela me desse ou respondesse, fui até ela, de calção baixo, e me inclinando para a saboneteira, que estava do lado contrário de seu corpo, fiz meu pau duro resvalar em sua nádega.

Minha filha ficou paralisada.

Pegando o sabonete molhei a mão na pia e voltei para a privada. Está certo que eu não soube exatamente como usar ali.

Devolvi nas mãos de minha filha que, virando-se para pegar, deixou cair no chão, talvez porque nenhum de nós olhássemos exatamente para o sabão. Imediatamente Minha filha dobrou os joelhos para pegar e nisso apoiou a mão em minha barriga, bem perto de tocar em meu pau duríssimo. Não acreditei na cena! Assim que Minha filha se agachou sua vulva formou um pacotão na calcinha e seus seios pareciam dois belos montes no sutiã. Meu pau estava exatamente na altura de seu rosto e na excitação pensei em batê-lo em seu rosto. É claro que não fiz. Segurei seus dedos em minha barriga enquanto ela se levantou.

– Acho que você não vai conseguir fazer xixi comigo aqui – ela disse, sorrindo.

– Acho que não – eu disse, sem jeito.

– Vou sair para tu terminar – e dizendo isso saiu toda empinada para o quarto.

Morávamos numa casa de dois andares: eu, minha mulher, a mãe dela, e minhas duas filhas. Pouco depois desse acontecido (Minha filha devia ter uns 23 anos na ocasião) arrumei um emprego para ela.

Tenho 46 anos e trabalho há quase vinte com a representação de uma grande marca, quer dizer, não havia necessidade de minha filha trabalhar.

Mas ela queria o próprio dinheiro e mais que isso, experiência. Eu já não tinha mais a mesma ambição de viajar que antes, e isso é era tão importante que Minha filha praticamente deixou de morar conosco. No começo a mãe foi contra, porque além da saudade queria ver a filha formada (minha filha é universitária).
Mas bastou ver o resultado no fim do mês mudou de idéia $.

Fazia três anos que Minha filha começara a trabalhar quando pela primeira vez tivemos oportunidade de nos encontrar, em Pernambuco. Ela já havia completado 25 anos. Eu estava num hotel em Recife quando meu telefone tocou. Era ela. Eu tinha costume de falar com ela por telefone, mas aquela era a primeira vez que nos encontrávamos fora de casa, longe do olhar das pessoas, longe da mãe. Ela estava visivelmente diferente, mais solta, e eu percebi.

– Ai Pai – ela disse pelo telefone:

– Estou com tanta vontade de te ver… Ai que saudade paizinho. Tu nem imagina que vontade!!

Não sei se foi coisa de minha cabeça, ou porque fazia muito tempo que não saia com ninguém, tratei depressa de ver maldade na voz da minha filha.
Eu disse:

– Que vontade filha?? Uma mulher não deve falar assim para um homem, principalmente se for uma muito bonita.

– Deixa de ser bobo, pai.

– É sério – insisti – Tu é tão bonita que quem ficou com vontade agora foi eu.

Lembro que quando disse isso meu coração gelou.

– Ave pai! Tu só quer me ver porque eu sou bonita? Se eu fosse feia tu não queria me ver não?

Comecei a rir. Pelo clima, pelo tom de nossas vozes dava para perceber de que estávamos falando.Ela aproveitou para brincar:

– Não sabia que tu me queria só pela minha beleza não…

– Sabia não??? – eu falei rindo.

– Ahhh – ela se indignou, escutei uma risada lá de onde ela estava

– E tu só me quer pela minha beleza é?

– Tô brincando… É que você é tão linda e tem o corpo tão bonito que só faz ajudar.

– Aposto que está dizendo que eu sou linda apenas pra não dizer que sai comigo só porque eu tenho o corpo bonito. Não é?

– Não. Você é linda… E aliás, tem um corpão!

– Ah! – ela exclamou rindo, e continuou:

– Faltava essa! Só sai comigo porque eu tenho um corpão! Isso é coisa pra se dizer a uma mulher por telefone, que só sai com ela porque ela tem um corpão?

– Digo pois ela já sabe!

– Ah! então admite que só sai comigo por causa do meu corpo não é??

– É… – disse rindo.

– Seu aproveitador!!!

Ficamos rindo. Era por volta de umas 16:00h. Ela também estava lá e marcávamos de nos encontrar pra jantar. Mal acreditava no rumo inesperado que a conversa tomara.

Ela continuou:

– Você nem sabe como eu estou… faz tanto tempo que a gente não se vê.

– Sei sim. Seu corpo é bem cuidado pela natureza. Suas pernas sempre foram muito bonitas e suas coxas muito boas.

– Ah! – ela disse rindo – Só falta dizer que só sai comigo porque eu sou gostosa!

– Estou falando o que os outros devem achar… – eu disse, disfarçando.

– E qual é a parte do meu corpo que você mais gosta? – ela perguntou.

– Ah, isso eu só vou responder mais tarde, pessoalmente.

Começamos a rir e ela mesma tratou de mudar o assunto e depois desligar o telefone, pois, dependesse de mim, ficaríamos naquela conversa o dia todo.

Marcamos de nos encontrar num restaurante…

Chego de táxi 21:30, conforme combinado, mas ela já me esperava na calçada. Em viagens se aprende a ser pontual. E ela estava linda. Vestido preto, elegante, contrastando com a pele clara, agora mais bronzeada pelo sol, salto alto, lábios bonitos.

Falava ao telefone. Era ótimo ver minha filha independente. Bem podia ser uma ligação de negócios, ou mesmo algum paquera, mas ao me aproximar ela me passar o celular. Era minha mulher.

Minha filha em sua alegria havia ligado para a mãe e falado de nosso encontro. Me fez ver que toda aquela conversa que tivemos, que, aliás, ela mesmo tratou de encerrar, podia perfeitamente ser um impulso de alegria e juventude de minha filha.

Porém assim que desliguei o telefone, Minha filha, linda, de minha altura, dá um pulo para meus braços e me abraça apertado, e seus lábios perfeitos tocam meu rosto. Eu sinto todo o corpo dela no meu e na mesma hora meu fogo volta.

Sentamos à mesa. Fizemos o pedido. E, depois de pormos a par como estávamos e como as coisas iam, eu paro e olho nos olhos dela, e repito:

– Você está linda…

Ela também olha em meus olhos e diz:

– Obrigada.

Naquela hora a gente ficou sem ter o que dizer, o elogiou foi totalmente fora de hora. Então de repente ela ri e pra quebrar o gelo diz:

– Finalmente você me chama de linda. No telefone só falou do meu corpo.

– Ei – eu disse – Eu te chamei de linda sim!

– Pai, pelo amor de deus! Tu só me chamou de linda para dizer que eu sou gostosa…

– Eu disse isso?? – falei rindo.

– Disse não?

– Não! Falei que suas coxas eram gostosas.

– E não é a mesma coisa? – ela disse sorrindo.

– Não. É diferente.

– Ah, tá bom! Bom saber que você não me acha gostosa.

Eu sabia que ela falava aquilo apenas para me provocar. Mas resolvi me envolver um pouco mais na conversa que era novidade entre nós dois.

– Não é isso… Você é gostosa. É super gostosa! Mas o que eu disse foi que você tinha as coxas boas.

– E como você sabe que eu tenho as coxas boas?

– Dá pra ver…

– Dá não, o vestido cobre. (o vestido de corte provocativo cobria suas coxas)

– Vi antes – eu disse.

– Antes quando?

– Em outras oportunidades… – falei com um sorriso no rosto.

– Pai!!! – ela sorriu e me deu uma tapa no ombro – Eu toda inocente pro teu lado e tu se aproveitava não era…

Eu só fiz rir. Ela continuou:

– Que outras oportunidades foram essas? Por acaso era quando eu ficava em casa de mini saia?
Novamente eu só fiz rir.

– Não acredito pai… Tu devia adorar me ver de shortinho pela casa!

Eu não conseguia dizer nada, só com o sorriso no rosto. Ela se fingia indignada:

– Eu ali toda inocente, e tu já me achava gostosa!

– Que culpa eu tenho de tu ser? – eu disse, entrando no jogo.

– Ah, e não podia olhar pro outro lado não?

– Contigo toda de roupinha curta?

– Seu safado! – ela novamente sorri e bate em meu ombro.

– A culpa é tua, quem mandou ser tão gostosa! – disse pra ela na cara dura.

– Ave pai! imagina se eu andasse pela casa de calcinha e sutiã…

– Não daria pra tirar o olho.

– E tu olharia para onde?

– Pro teu corpo… – disse fugindo da resposta.

– Para o corpo eu sei, pois você já disse que me queria só por causa do meu corpo.

– Eu disse?

– Disse sim, pelo telefone. Tu chegou a esse ponto. E eu sei que você só me quer pelo meu corpo!!

Minha filha disse isso brincando, inclinada para mim na cadeira. Não neguei. Ela continuou:

– Quero saber qual parte você olharia mais.

– Não sei… – eu disse.

– Aposto que era para minhas coxas!

– Se tu andasse lá em casa só de calcinha e sutiã?? – perguntei com ironia, insinuando outro lugar.

– Pai, tu é muito safado! – ela disse, surpresa e baixinho – Ainda bem que eu não andava assim pela casa, tu ia ficar só me olhando.

Eu ri e ela continuou:

– Quero dizer a parte superior da coxa, mais perto da calcinha…

– Ah! agora sim… – eu disse e ela riu. Como vi que ela não se incomodava com o que eu falava, resolvi ousar de vez e disse:

– Nessa parte eu sei que tu é gostosona!

– Em que parte? – ela disse.

– Na coxa, na lateral da calcinha.

– Ave pai, tu me mata de vergonha! Já estou vendo que quanto mais perto da calcinha tu acha mais gostoso…

– É mesmo – eu disse, olhando em seus olhos – quanto mais próximo a tua calcinha eu acho mais gostoso.

Ela ficou meio sem jeito e riu pra disfarçar.

Ela disse:

– O que mais?

– A tua calcinha é muito gostosa… – eu disse baixinho.

– É…? – ela disse baixinho também.

– É.

Nessa hora o garçom vinha chegando com a comida. Minha filha encerrou:

– Falta só tu dizer que acha minha bunda gostosa também…

– A bunda mais gostosa que uma filha pode ter… Ora – eu disse – se quando tu andava de shortinho lá em casa ela já era gostosa, imagina só de calcinha.

– Ave pai, tu me mata!! – ela disse rindo e mudando de assunto.

Passamos o restante do jantar falando de outras coisas e fingindo que aquela conversa era normal, algo tipo um elogio de pai para filha ou coisa assim.

Por volta de 23:30 paguei a conta e Minha filha me pegou em seu carro. Chamo ela pra dormir em meu hotel. Ela disse que estava sem roupa, e disse que eu fosse dormir com ela. Eu concordei.

Ela disse:

– Ainda não acredito que você falou que me olhava de shortinho…

– E tinha como não olhar você com aqueles shortinhos, cada um mais curto que o outro? Parece até que vestia para provocar.

– Eu?!! Eu vestia por acaso! Não sabia do risco que estava correndo!

– Que risco? – ri da piada.

– O risco de você ir me abraçar na cozinha.

– Realmente dava vontade!

– Olha aí!!! Admite que só tinha vontade quando eu andava de shortinho. Pai desnaturado é assim – disse rindo – só quer abraçar a filha quando ela está de roupa curta!

– Claro, você vestidinha com aquelas roupinhas curtas dava vontade de chegar por trás abraçando!

– É neh! Aposto que adoraria ficar lá na dispensa me apertando…

– É claro! Eu apoiaria suas mãos na parede e ficaria por trás te apertando.

– Ah seu tarado!!! – ela exclamou.

– Lógico que era um abraço de pai e filha.

– Sei, sei – ela disse rindo – E o que mais?

– Então viraria você pra mim e prenderia tuas pernas na minha cintura, te apoiando na parede e beijando teu pescoço.

– Eita! Isso tudo na dispensa? Aposto que só não fez com medo da mamãe…

– Não tem nada a ver, já que se trataria só de um abraço carinhoso.

– É verdade – ela disse – Pois então dei sorte de não passar pelos corredores de calcinha e sutiã quando a mamãe não estava em casa, senão você iria me chamar para teu quarto para me dar uns abraços e eu teria que ir…

– Aí eu teria de fechar a porta… – disse com malícia.

– Por que? – ela perguntou – O senhor não disse que era apenas um abraço carinhoso?

– É, mas desse jeito é diferente. De calcinha e sutiã sua mãe não poderia ver…

– Ai é… Por que? O que você ia fazer comigo?

– Nada. Mas eu teria de colocar você na cama, para não cansar, e nisso você poderia acabar ficando de quatro, por isso a porta tinha de estar fechada.

– De quatro pai?

– Sim! E como sua bunda é maravilhosa, eu ia acabar passando a mão e apertando ela.

– Ai Pai! ia apertar minha bunda?!!

– Minha filha disse isso apertando os lábios e soltando um “iiiiishhhh”.

Dirigia meio desconcentrada e por um momento eu achei melhor ir levando o carro. Sorte que havia algum trânsito e muito semáforo.

– O que foi? Alguma coisa? – perguntei brincando.

– É que você teve coragem ao dizer que minha bunda era maravilhosa.

– E é maravilhosa! – eu insisti, olhando para ela no banco do carro.

– Ai pai, você pode me dar um beijo no pescoço para eu ver como seria esse abraço?

Tirei meu cinto e afastando o cabelo cheiroso dela dei dois beijos em seu pescoço.

– Ai pai – ela disse – por que é que você não foi me abraçar na cozinha? Aposto que temia que eu contasse pra alguém…

– Temia não.

– Temia não neh, seu safado! Ia me fazer a “filhinha do papai”…

– Você é a minha filhinha…

Ela sorriu. A conversa naturalmente esfriou. Chegamos ao Hotel.

Na recepção, notei o modo fino como minha filha tratava os funcionários, isso demonstrava que ela estava bem sucedida. No quarto, um problema. Só havia uma cama casal. O quarto era elegante, sofisticado, de luxo, combinava com minha filha, mas era próprio para uma única pessoa ou um casal. Disse que dormiria no sofá (havia um pequeno sofá amarelo, TV, frigobar, boas cortinas, etc), mas o sofá só tinha dois lugares.
– Não pai, pode dormir na cama comigo. Deixa eu ir me trocar.

Minha filha pegou uma roupa e entrou no banheiro. Escutei o chuveiro ligar e fiquei sentado na cama. Em seguida mal pude acreditar na cena que vi. Ela, uma gata, saiu do banheiro enxugando os cabelos de lado no ombro. Vestida apenas com uma camisa leve, preta, e uma calcinha rosinha, que lhe assentava perfeitamente nas coxas. Sua camisa mal cobria a barriga. Ela viu minha cara de perplexo. E tão perplexo fiquei com sua beleza: uma mulher de boa estatura, de coxas roliças, que eu não conseguia tirar os olhos dela, até que ela teve que dizer:

– Pai, eu só durmo assim! Então me toquei e tentei ao máximo não olhar.

O clima ficou diferente, não tínhamos mais coragem de falar nada. A TV estava desligada e a luz ligada, nenhum ruído no quarto. Minha filha parou em pé diante do espelho e ficou escovando seus longos cabelos, de costa pra mim. Eu não tirava os olhos da bunda empinada dela. Minha filha me olhava pelo espelho mas continuava a escovar o cabelo, até que disse:

– Não acredito que teve coragem de dizer que me abraçaria na cozinha de nossa própria casa…

Adorei quando ela começou esse joguinho, porque esquentava o clima. Eu disse:

– Por que não? Se eu sabia que você vestia aqueles shortinhos só pra ver minha reação.

– hahahahahaha! – ela riu – Agora vai pôr a culpa em cima de mim?

– É sim. Só usava porque sabia que tinha a bunda maravilhosa!

– Você acha minha bunda maravilhosa? – disse empinando ainda mais a bunda pra mim.

– Acho sim – eu disse olhando sem nenhum escrúpulo.

– E por que não foi me dar esses abraços? Me achava muito novinha pra abraçar? – ela riu da ambigüidade que meu argumento criava.

– Não é isso – eu disse.

– E o que era? Tinha medo de alguém ver você me abraçando pelos cantos?

– Era – eu disse rindo – Eu ia te pegar na cozinha, na dispensa, na garagem, no banheiro…

– Eita! – ela riu também, escovando o cabelo e olhando pra mim. E continuou:

– A gente podia ter se abraçado escondido pelos cantos, se tu me apertasse bem juntinho a ti.

– E é apertado mesmo, porque tu sempre foi fofinha! Mas eu preferia te abraçar quando não tinha ninguém pra ver.

– E que abraço é esse, que ninguém pode ver? Tu não disse que era carinho!??

– É sim, é carinho. Mas é um carinho que pode confundir.

– Hahahahaha! Sei… Tu acha que a mamãe ia ficar confusa neh, se visse? Entendi…
– É…

– E que abraço é esse? Quero conhecer…

– Quer? – eu disse.

– Não sei… É só carinho, que qualquer pessoa podia ver que não tem problema, neh?

– É! – eu disse animado – Pois vem aqui.

Chamei ela e ela veio. Dá pra imaginar como já estava com o pau estourando com aquela conversa! Não quis nem saber, me levantei da cama e parei em sua frente. Olhei-a de cima a baixo, ela estava terrivelmente gostosa e eu disse:

– Se você desfilasse pelos corredores não estaria de camisa… – insinuei.

Minha filha me olhou com olhar de safada e entendendo o que eu pedia tirou a camisa bem na minha frente, expondo o lindo sutiã branco, bordado, quase transparente e que permitia ver que ela também estava excitadíssima com a conversa, pois os bicos dos seus peitos estavam duríssimos, marcando o sutiã. Além disso, dava para notar que suas coxas estavam brilhosas do líquido que escorria de sua calcinha.
Nenhum de nós ligávamos para isso.

Ela ficou de calcinha e sutiã e disse:

– E agora?

– Agora, como eu falei, eu te subiria na cama, de um jeito que você ficasse de quatro.

– Ai meu deus! – ela disse, subindo na cama engatinhando. Mas, antes de ficar na posição, virou o rosto pra mim de joelhos e disse:

– Ei, nem venha que você não me chamaria no quarto de calça… Pode tirar!!! Seja justo!

Eu não tinha argumento, e, embora tivesse com vergonha de ficar de cueca (pois meu pau estava estourando a cueca e ia ficar bem claro meu estado) temi que não fazendo o que ela pedia eu a perdesse. Então tirei a calça, o sapato e não deu outra. Meu membro estava todo marcado na cueca preta que vestia! Uma tora durona cruzando até a altura do elástico!

Quando Minha filha viu isso se levantou da cama, dizendo:

“- Ai pai. Ai pai.” E passando a mão em meu peito disse:

– Você também não estaria de blusa, não é?

Então comecei a desabotoar a camisa e enquanto isso vi Minha filha olhando para baixo, em direção a meu pau duríssimo. E a luz do quarto estava ligada, deixando bastante óbvio o meu estado! E os mamilos dos peitos de minha filha pressionando o sutiã também mostravam o tamanho da sua excitação!

Então tirei a camisa. Lembro que as coxas roliças de minha filha estavam bem próximas a mim. Dava para ver os pelinhos. Ela passou a mão em meu peito e disse:

– E agora?

– Agora sobe na cama de quatro, sua safadinha!

– Ai pai… Tem que chamar de safadinha? – Ela disse, se virando.

– É que faz parte do carinho – eu disse – Agora sobe na cama engatinhando.
E, dizendo isso, Minha filha apoiou os joelhos e a mão na cama, ficando de quatro, e sacudindo os cabelos olhou para mim.

– E agora?

Eu não podia acreditar na visão que tinha! Minha filha, uma mulher já madura, estava de quatro na minha frente! Eu olhava para sua bunda redonda, com a calcinha de elástico bordadinho, impecavelmente ajustada em seu corpo. A vulva de minha filha aparecia entre suas coxas roliças. A raxa de sua xoxota marcando a calcinha! Eu disse, pegando em sua bunda:

– Agora inclina um pouco para o papai ver sua buceta!

Minha filha não esperava que eu dissesse aquilo. Ao mesmo tempo, estava excitada demais para reclamar. Ela disse:

– Não acredito que você ia ficar olhando entre as minhas pernas com a mamãe em casa!!!

– Ia sim! – eu disse, cheio de tesão – Ia ficar olhando a buceta de minha filhinha na dispensa, escondidinho no quartinho, e ela ia deixar o papai ficar abraçando ela e não ia dizer pra ninguém…

– É… – ela disse, empinando a bunda para que eu visse melhor sua calcinha

– Mas esse negoção aí na tua cueca não ia dá pra esconder!! Só se eu desse eu jeito de baixar toda vida…

– É verdade… E minha filhinha deixava eu ficar esfregando ele na tua calcinha, enquanto a gente estivesse escondido?

– Deixava! – ela disse com voz de excitada.

E continuou:

– Tira pra fora, pra eu ver se seria fácil de eu baixar…

A cabeçona do meu pau já estava saindo pelo elástico mesmo, então com uma mão baixei a cueca e liberei meu pau, que saltou incrivelmente duro, apontando para cima. Aquela vara grossa, cheio de veias e com a cabeçona vermelha, chamou atenção da minha filha, que se esforçava para olhar para trás.

Ela disse:

– Não acredito que você queria tocar esse bicho na calcinha da tua filhinha!!! Não ia ter pena dela não??

Agora sei porque esse carinho ia ter de ser escondido, pois se alguém visse não ia concordar ver um pau desse tamanho roçando nela…

– Não só tocaria como arreganharia as pernas de minha filhinha na dispensa, deixando a calcinha dela a mostra para minha vara! Eu sei que ela desde nova ia ficar com a xana inchada, e ia ficar querendo que eu alisasse sua raxinha! Você sempre foi safadinha e sei que andava de shortinho doida para eu te levar pela mão para o meu quarto!

– Ai pai – Minha filha disse – Tu está me deixando louca!!! Aperta minha bunda!

Olhei para a bunda de minha filha e com as duas mãos apertei suas nádegas gostosas e trouxe de encontro a minha vara dura. Meu pau ficou exatamente entre suas nádegas, pressionando sua buceta.

Minha filha disse:

– Que pau duro! Está todo babado! Está doido para comer a calcinha, não é?

– Deixa eu ver se minha filha não está mais melada que eu – e, dizendo isso, meti o dedo no elástico de sua nádega e afastei a calcinha o suficiente para ver aquela bucetona, inchada, toda melada.

E um detalhe: sua buceta estava inteiramente depilada, lisinha chega brilhava!

– Sempre soube – eu disse – que minha filha sempre foi louca por um pau! Eu devia ter ido há mais tempo em seu quarto, e afastar sua calcinha de lado pra ver sua buceta! Ou quando você entrava no mar comigo, afastar o teu biquíni!

– Eu queria… – Minha filha disse.

Minha filha não agüentava mais! Sua buceta piscava. Eu disse:

– Vou ter que tirar essa calcinha, para ver melhor tua buceta.

– Meu pai… – disse preocupada

– E o teu pau?

Minha filha era madura. Se referia a meu pau com a preocupação de onde eu iria botá-lo. Eu disse:

– Não se preocupa. Deixa o papai tirar essa calcinha…

E, dizendo isso, baixei com ambas as mãos a calcinha de minha filha até os joelhos e, com sua ajuda, a tirei.

Tive então a visão maravilhosa da bunda de minha filha e de sua xana. Mesmo preocupada, Minha filha apoiou-se nos cotovelos e me deu uma visão ainda melhor! Com uma das mãos abri sua nádega e vi seu cuzinho piscar. Sua buceta também parecia latejar, inchada como estava, com os grandes lábios bem rechonchudos. Me inclinando, passei a língua e dei uma lambida em seu cú, e depois cuspi de um jeito que escorreu para sua xana.

Minha filha fez: AAAAHHHHH!!!

E depois olhou pra trás de boca aberta, para ver o que eu fazia. Meu pau de vez em quando tocava todo melado em suas nádegas, então eu disse:

– Vem mais pra cá! E, pegando em suas ancas, a trouxe para trás, e a vi engatinhar para trás mais um pouco. Segurando, pois, em sua cintura, peguei meu pau pela base e o passei entre seus grandes lábios, fazendo-os abrir para dar passagem a cabeçona toda babada do meu pau.

Nessa hora ela disse:

– Ai pai, não acredito que vamos transar…

– Tira o sutiã, filha – eu disse, e fazendo uma leve pressão na base introduzi meu pau em sua bucetinha, que deslizou facilmente, de tão excitado que estávamos!

– AI PAI AI! – Ela gritava, enquanto eu enfiava mais da metade.

Comecei um vai-e-vem na buceta de minha filha e, deslizando, já estava com o pau todo dentro, até o talo, e sentia um calor gostoso na minha pica! Enquanto isso Minha filha desabotoava o sutiã e o tirou, expondo aquele lindo par de seios médios, com os bicos duros, solto no ar.

E a medida que eu deslizava meu pau na buceta de minha filha eu dizia:

– Vai gostosa! Vai tesuda! Vai safada!

– AI PAI, AI! AAAAAAAAIIIIIIIIIII – ela gemia, e apertava os lábios produzindo um:

IIIIIISSSSSSSSSSHHHHHHHHHHHHHHHHH, AAAAAAAAAASSSSSSSSSSHHHHHHHHHH!!!!!!

– Tá gostando de fuder com teu pai?

– AI PAI, QUE PAUZÃOOO!! AAI

– Vira aqui! – eu pedi, e ela virou correndo, ficando de perna aberta, e eu entrei entre suas pernas e as levantei com a mão, e introduzindo de novo o pau, e vi a bucetona de Minha filha se abrir lentamente para dar passagem a meu pau.

– Ai pai, que carinho gostoso! – disse gemendo.

Enfiava o pau até o fim e tirava, deslizando macio dentro da buceta de minha filha.  Fudi ela toda.. Coloquei ela de frente para mim e ela rebolou gostoso….

Ela estava adorando e eu estava para gozar.

Eu disse:

– Vou gozar!

– Quer gozar em meus seios? – ela perguntou, olhando pra mim.

– Quero – não pude negar.

Minha filha então se levantou rápido e de joelhos na minha frente pediu que eu saísse da cama.

Minha filha então sentou na beirada da cama e pegando meu pau todo molhado e prestes a estourar, passou a mão por toda a extensão e começou uma leve punheta! Entretanto, embora Minha filha oferecesse seus peitos, levava meu pau a altura de seu rosto, o que me deu ainda mais vontade de gozar!

E, quando veio o jato, só deu tempo minha filha fechar os olhos, melando seu rosto, boca e cabelos. Era tanta porra que escorreu para seus peitos! Realmente eu já vinha com tesão em minha filha há muito tempo!!!

Como pôde, Minha filha passou a mão no rosto, tirando um bocado da gala em seu nariz e boca.

Terminado, assim, o sexo, não foi possível, naquela situação, minha filha ficar deitada comigo, então ela se dirigiu imediatamente ao banheiro, apenas de calcinha na mão. E eu esperei na cama.


Ver mais relatos de contos eróticos com fotos

111 comentários para “Conto de sexo Incesto – Pai e Filha – Conto real

  1. a. • 21 de julho de 2019

    Eu desejaria estar no lugar desse pai sortudo

  2. Francisco • 7 de setembro de 2019

    Muito bom gostei deste conto maravilhosa amiga e fenomenal linda ou filha gostosa amiga Você e muito gostosa

  3. Welder • 8 de outubro de 2019

    Papai dotado e carinhoso

  4. João • 12 de outubro de 2019

    Gostoza

  5. Lu • 26 de outubro de 2019

    Deliciaaaaa de pai tesudo

  6. Souza • 31 de outubro de 2019

    Ah filhinha gosotosa

    • nick • 25 de janeiro de 2021

      vem comigo

    • nick • 25 de janeiro de 2021

      quero um paizinho assim disposto a me comer todo dia

  7. gravida • 5 de novembro de 2019

    Ai pai que delicia to gravida sou casada com outra mulher e estou gravida de 5 mese de gemeas

  8. ab • 19 de novembro de 2019

    eu quero fazer sexo

  9. J • 30 de novembro de 2019

    É mesmo uma delícia, eu também adorei

  10. Daniel • 4 de dezembro de 2019

    Q filhinha delicia

  11. Carol • 12 de dezembro de 2019

    Quem quiser ter uma filhinha assim, eu sou assim quem quiser

    • Jorge • 15 de abril de 2020

      Eu sou um pai doido pra comer uma filhinha assim, entra em contato comigo

      • Rapariga • 20 de julho de 2020

        Adoro fude com meu pai … chama aí xxx

        • Rafael • 3 de agosto de 2020

          As mulheres que quiser pode me chamar no Whatsapp vamos conversar sobre seus contos xxxx

      • nick • 25 de janeiro de 2021

        me chama no email xxx

    • Rafael • 3 de agosto de 2020

      me chama no Whatsapp vamos conversar xxxx

    • Marcos • 25 de abril de 2021

      Oi…Eu adoraria ter vc comigo e te fazer de minha filhinha, te comendo bem gostoso.

    • Adriano • 4 de setembro de 2021

      Oi! eu adoro incesto vamos troca ideia me chama lá

  12. W • 21 de dezembro de 2019

    Vem Carol xxxxxxxxxx sentar no colo do papai

  13. Ariane • 28 de dezembro de 2019

    Meu deus como eu queria tá no lugar dela fiquei molhadinha de tesão

    • Fabricio • 21 de junho de 2020

      Passa seu zap

    • Marcos • 1 de abril de 2021

      Tenho vídeos de incesto pai e filha .só me chamar. xxx

      • Adriano • 4 de setembro de 2021

        Manda ai adoro incesto

  14. Carla • 31 de dezembro de 2019

    Ai que delícia! Alguém pra ser meu papai sou uma filhinha muito obediente?

    • Jorge • 15 de abril de 2020

      eu quero ser seu pai pra fazer isso com você entra em contato

  15. Maximo • 4 de janeiro de 2020

    Eu to aqui filinha re esperando pode vim delicia vou te fazer feliz

  16. Maximo • 5 de janeiro de 2020

    Eu to aqui filinha te esperando

  17. Ricardo • 8 de janeiro de 2020

    Queria uma filha assim,tenho vídeos de incesto troco em outros vídeos de incesto

  18. safadinha • 11 de janeiro de 2020

    manda teu zap
    paizinho

    • Maiky • 12 de abril de 2020

      Vê que deseja ser comigo quero ser seu paizinho…me chama

    • Adriano • 21 de abril de 2020

      Me adicione em.um.grupo de incesto adoro

    • Wagner • 9 de julho de 2020

      Vamos entao

    • Guto • 13 de setembro de 2021

      Oi… adoro incesto

  19. Japão • 19 de janeiro de 2020

    Mandem vídeo de incesto pra mim meu Zap xxx

  20. Dilci • 29 de janeiro de 2020

    Fiquei até com tesão

  21. Ricardo • 6 de fevereiro de 2020

    Que tesão de conto!!! tenho videos com novinhas bem novinhas mesmo quem quiser entra em contato zap xxxx

    • Renato • 22 de agosto de 2020

      por favor me mande vídeos é sigiloso o bom da vida é gozar

  22. Clay • 10 de fevereiro de 2020

    Vamos trocar vídeos?
    Meu whatsap.
    Na minha família tava alguns casos desses.

  23. Julio • 14 de fevereiro de 2020

    Que delícia de conto!

  24. Ric • 27 de fevereiro de 2020

    Gozei lendo esse conto pois amo comer a minha filha ,nos tivermos uma briga por causa do ciumes mas ja ficamos de bem ,mas ela ja arrumou um namorado mas eu não me aguentei pios ela e muito gostosa ,quando ela veio em minha casa não resisti só em olhar a quela bunda grande e gostosa quando eu abracei ela eu logo apertei aquele bumbum gostoso e dei uma esfregada de pau duro na quela buceta carnuda ,pensei que ela ficaria chateada mais logo no outro dia ela me procurou a uma roupinha mais curta ainda,pena e eu não estava em casa ,não vejo a hora de nos a voltar a se comer denovo ,agora ela ja gosta de umas cervejas,vou levar ela para tomar umas e depois ir para um hotel

    • nick • 25 de janeiro de 2021

      quero ser sua filhinha
      vc vai gostar do que eu sei fazer

      • Jorge • 3 de março de 2021

        Quero ser seu pai pra fazermos coisas gostosas, entre me chama aí no zap xxxx

  25. g. • 13 de março de 2020

    Foi o melhor conto erótico que já li até hoje, tanto pelo conteúdo quanto pela redação em si.

  26. Andre • 13 de abril de 2020

    Safadinha deixa eu te adotar filhinha zap xxx

  27. Derzi • 14 de abril de 2020

    queria um papai ou um vovo .
    pois ja tenho 41 anos .
    se alguem tiver a fim .
    sou de sp

  28. Jorge • 15 de abril de 2020

    eu sou um pai bem gostoso sou muito experiente, entra em contato comigo

  29. Leila • 15 de abril de 2020

    Sempre dei pro meu pai desde bem novinha adoro

    • Mario • 8 de junho de 2020

      Delícia… também adoro incesto… add eu ai xxx

  30. Linda • 19 de abril de 2020

    Adoro tambem quando ele alisa minha buceta e diz que quer me comer. Eu gosto de mamar o pauzao dele antes de ficar pulando no colo dele e dando tudo bem gostoso. O pau entra e sai até ele gozar no meu cuzinho. É tão gostoso fazer com ele.

    • Marcelo • 23 de abril de 2020

      Eu fiquei com muito tesão lendo a sua estória com seu pai eu quero ser seu namorado eu quero fude você todinha chupa e lamber enfiar a minha língua na sua buceta depois eu vou enfiar a minha língua no seu cuzinho fazendo você gozar como nunca gozou na sua vida tendo um orgasmo que você merece você vai gritar de prazer você que ser a minha putinha na minha cama você mulher casada solteira lésbicas que fica na siririca para com isso vamos fuder eu tenho um pau bem grande e Grosso com uma cabeça linda que você vai adorar mandar uma mensagem xxx

      • Laryssa • 27 de abril de 2020

        Qual o tamanho do seu pau?

    • Max • 16 de maio de 2020

      Me passa seu zap

  31. Dandara • 26 de abril de 2020

    Que pai delícia.

    • Max • 11 de maio de 2020

      Me passa seu numero ou me chama no zap xxx

    • Daniel • 7 de junho de 2020

      Mulheres eu sou um pai já no meu segundo casamento e tenho uma filha de 20 a os que é uma delícia, e eu tô louco pra comer ela mas não sei como fazer, tenho medo da reação dela, ela gosta de usar shorts bem provocante eu fico doido, as vezes ela sai da cama e vai ao banheiro só de calcinha daquelas que enfiada toda no rego e blusinha sem sutiã, eu fico louco, as vezes pega as calcinhas dela usada no banheiro e fico cheirando e bato punheta e gozo gostoso como se estivesse comendo ela, vocês que são filhas me dê uma diva aí como eu devo iniciar, ela gosta de tomar uma cervejinha comigo de vez em quando, outro dia a mãe dela não estava em casa e eu tomando uma cervejinha com ela comecei dar uns agarrão nela de brincadeira abraçando ela por traz e dando uns beijos no seu pescoço fiquei louco, mas fiquei com medo de seguir em frente porque ela se esquivou, mas ela percebeu que eu queria algo mais, me dêem uma diva aí mulherada, se quiser também podemos marcar para nós conhecer e vocês me mostrar como fazer ao vivo, eu tenho 52 anos, mas sou muito vidrado numa buceta, minha segunda mulher tem 40 anos quando a conheci ela tinha 18 anos e iniciei ela no sexo, nós éramos apaixonados, mas agora ela é muito devagar na cama, eu quero todo dia e ela só de vez em quando e isso me mata já até pensei em separar, mas é complicado separar só por causa de sexo, me respondam aí eu mando aí e deixem o whatsapp que eu retorno.

      • Eleones • 30 de julho de 2020

        Me chame no zap podemos tc umas experiências e posso lhe dar umas dicas xxxx

  32. Clara • 5 de junho de 2020

    Manda pra mim. Adoro incesto xxx

    • Clara • 5 de junho de 2020

      Manda vídeos pra mim. Adoro incesto com bem novinhas.

    • P. • 12 de julho de 2020

      Me Chama no zap xxx

  33. Daniel • 13 de junho de 2020

    Tenho uma filha de 20 anos de um segundo casamento que estou louco para comê-la, mas não fico com medo da reação dela, e ela fica de shortinho curto me provocando com um bumbum arrebitado gostoso, quero que as garotas aí me deem uma dica como eu posso iniciar uma investida, eu deixo o meu Whatsapp xxx.

    • Sandro • 25 de setembro de 2020

      Quero comer minha filha tbm

  34. Daniel • 14 de junho de 2020

    Delicia de conto! Quero receber contatos de novinhas e trocarmos fotos, sou um pai que adora uma filhinha assim

  35. Fabricio • 21 de junho de 2020

    Oi linda

  36. Maykon • 3 de julho de 2020

    Me manda o os vídeos de incesto de novinhas xxxxx

  37. Souza • 18 de julho de 2020

    Eu tenho muita vontade de transa com minha, ela tem 21 anos

    • Eleones • 30 de julho de 2020

      Eu não tenho tanta experiência em sexo com filha mais se vcs quiserem alguma dica podem mim chamar no zap xxxx

  38. Eleones • 30 de julho de 2020

    Nossa que delícia amei seu conto muito exitante, incesto eu ja pratiquei com minha irmã, muito gostoso infelizmente eu mim casei muito tarde ai tenho uma filha, ja é muito safadinha tem vez que mim deixa com tesão se alguém quiser tc experiência e falar sobre o assunto pode mim chamar no zap é xxxx

  39. Anonima • 31 de julho de 2020

    Que delícia, adoro incesto.
    É muito gostoso sentir o pau do papai metendo gostoso na minha buceta.

  40. Ully • 3 de agosto de 2020

    Sou louca pelo pau do meu pai até hj. xxxx me chamem no whats filhas q transam c pai me ajudem a como eu chegar nele …me chamem vcs pais q comem filhas ….adooooooroooo

    • J. • 16 de setembro de 2020

      Fica so de calcinha e abraça ele senta no colo dele vai torturando ele assim e perguntando oq ele acha de vc de seu corpo ele vai acabar te comendo e se apaixonando por vc.

    • Paizao • 17 de maio de 2021

      ja conseguiu pegar seu pai? se não vou te dar umas dicas, se vc quiser

  41. Rafael • 3 de agosto de 2020

    Vamos conversar garotas xxxx

  42. R. • 6 de agosto de 2020

    Meu pai me fode desde os meus 18 ano adoro se a putinha dele… gosto de coroa … Chama aí xxxx

    • J. • 16 de setembro de 2020

      Eu como minhas filhas desde que uma tinha 18 anos duas tinha 20 e au outra tinha 21…
      Essa de 21 hj ela tem 26 já é casada mas continuo comendo ela ate hoje e ela adora. É uma verdadeira safada na pica do papai aqui.
      Meu genro aquele corninho, nem imagina.

    • J. • 16 de setembro de 2020

      Me chamem no whatspp eu como minhas 4 filhas xnxxx

      • Jaque • 28 de abril de 2021

        Amo incesto, se vocês que já comeu a bucetinha de suas filhas ou parente e gosta de disso por favor, fala comigo queria ser comida também. Queria tanto ter um papai que comesse minha bucetinha. As vezes sento no colo no meu pai mais nele nem liga. Só gosto de sexo de incesto.

      • Jaque • 28 de abril de 2021

        Me conta por favor, como vc faz com suas filhas. Quero ser comida também

  43. Sophia • 13 de agosto de 2020

    Queri um pai assim pra me foder todinhaaaaaaa

    • P. • 16 de agosto de 2020

      Me chama no zap xxx

  44. Evan • 18 de agosto de 2020

    Que conto gostoso.

  45. Rafael • 29 de agosto de 2020

    Alguma mulher pra conversa zap xxxx

  46. Rafael • 30 de agosto de 2020

    Quero conhecer mulheres que gostam de incesto zap xxxx

    • Jaque • 28 de abril de 2021

      Amo incesto, fala comigo por favor

      • Jorge • 5 de maio de 2021

        vamos falar, eu sou um coroa bem exatamente, adoro comer novinhas, já tirei a virgindade de várias.
        Meu whatsapp xxxx

      • Joao • 5 de setembro de 2021

        Fala comigo

  47. J • 15 de setembro de 2020

    Eu como minhas filhas, hoje uma delas já é casada mas continuo comendo ela.

  48. Sandro • 25 de setembro de 2020

    Quero comer minha filha tbm

  49. Maya • 4 de outubro de 2020

    Dou pro meu pai… é uma delícia fuder com ele, minha mãe já descobriu que transamos, e não deu bola, as vezes fizemos no sofá enquanto ela assiste novela e fingiu que nem tá ali enquanto ele soca e enche a minha buceta de leitinho, vou começar a dar pro meu irmão tbm, o pai pediu, disse que tem vontade de me ver fudendo bem gostoso com ele, e já disse que falou pra mãe e ela liberou, logo logo tô fazendo DP com esses dois enquanto a mãe faz o nosso almoço

    • I. • 8 de setembro de 2021

      Tbém dou pro meu pai, meu tio e meu irmão…. e minha mãe sabe e nem liga também.

  50. Henrique • 18 de outubro de 2020

    Tambem um dia quero comer minha filha, pessoal tenho videos de novinhas, troco por credito no celular zap xxxx

  51. Claudio • 29 de outubro de 2020

    Vem gostosa me manda mensagem xxx

  52. Deusa • 17 de dezembro de 2020

    adoraria um papai assim nossa… meu WhatsApp xxxx

  53. Papai • 12 de fevereiro de 2021

    Amei esse conto. Tenho tesão por minha filha. . Gostaria de trocar experiências com quem curte incesto

  54. Carlos • 25 de fevereiro de 2021

    Um dia vi a minha filha dando pro namorado, mas eu não falei nada e os dois me viram e continuaram fudendo eu comecei a tocar punheta e gozei o chão todo, quando ele foi lá em casa outra vez estava calor, eu já tinha enchido a piscina a minha filha entrou na água e começou a tirar a roupa e logo o seu namorado e passar a mão nela e ficamos nos três na piscina eu logo coloquei o meu piru para fora a minha filha sentou no meu colo me abraçando e me elogiando e logo o seu namorado colou o piru para fora e a safada começou a chupar e eu comecei a mamar nos peitos dela eu botei ela um pouco pro lado e encaixei o meu piru na buceta dela ,depois ela tirou o piru do namorado da boca e colocou na minha e o safado do rapaz gozou na minha boca eu engoli um pouco de porra e o restante ele colocou na boca dela e a safada da minha filha cuspiu o restante da porra do namorado na minha boca, agora estamos viciados nessas putarias gostosas

  55. P. • 28 de fevereiro de 2021

    Eu gostaria de ter uma filha assim
    Mas não tenho filhas
    Garotas que querem um papai para falar no zap safadezas e fazer também

  56. Amador • 23 de março de 2021

    Gozei

  57. Marcos • 1 de abril de 2021

    Ótimo conto parabéns. Eu também já transei com minha filha linda e gostosa. Quero contato com pai que tem relação intima com a filha e filhas que tem tesao no pai e ja transaram.

  58. Max • 8 de abril de 2021

    super excitante. queria filhinha com esse tesão.58 anos para ser seu pai ou avô.

  59. Max • 8 de abril de 2021

    também comi minha irmã quando mais novo. sou apaixonado por incesto.

  60. Deninha • 18 de abril de 2021

    Que delicia, meu sonho um papai assim… tenho 22 anos. Meu zap: xxx

    • Daniel • 4 de maio de 2021

      eu sou um pai que adora uma gatinha novinha assim como você, se também gosta de um coroa experiente vimos nos conhecer, podemos fazer um sexo virtual e depois quem sabe nos conhecer pessoalmente

  61. Jaque • 28 de abril de 2021

    Amo incesto, vocês que também gosta. Fala comigo também. Queria tanto da pro meu papai mais ele nem ligar pra mim. As vezes sento no sofá de saia e sem calcinha abro as pernas devagarinho pra ele ver, mais ele não me comi… queria só o leitinho dele

    • Daniel • 9 de maio de 2021

      eu quero te comer, entre em contato que vou te foder bem gostoso, sou um pai carinhoso, iniciei minha filha, ela tem um namorado que é corno, porque como ela quase todos os dias, ela fala que comigo é mais gostoso porque eu a deixo toda molhadinha e só depois eu a como gostoso, ela grita cavalgando no meu pau, manda seu contato aí no e-mail

  62. Paizao • 17 de maio de 2021

    Toda noite ela me espera. enquanto sua irmã dorme no outro quarto vou até o quarto ela já está toda apetitosa louca de tá aí. ja chego beijando sua boca loucamente respiração ofegante. pau duro roçando na sua bucetinhas. desço beijando seus peixinhos dando mordidinhas no biquinho. ela gemendo alto cheia de tá aí toda molhada. chego até sua chapinha ela abre as pernas caio de boca. chupo seu galinho enfiou 2 dedos na caminha
    Ela fala com vc de tezuda aqui o chupa sua patinha gostosa vai. fico chupando até sentir seu gozo na minha boca. me deliciou com o sabor de seu mel que delícia. Ela se ajoelha em minha frente pega meu pau alisa olha e diz que pau delicioso e abocanha. chega a engasgar que envio tudo em sua boca e seguro sua cabeça ela adora. Depois do nosso delicioso oral do ela bem gostoso. Soco com vontade fazendo ela gritar de tesão. faço bem selvagem pra ela se sentir bem fodida. amo comer ela.. se vc quiser um sexo gostoso só me procurar. adoro novinha tardinha.

  63. P. • 26 de agosto de 2021

    Diz como fuder a filha ?

    • Jhu • 10 de setembro de 2021

      Quero conversar sobre incesto me chama .

  64. Yara • 1 de setembro de 2021

    Eu amo incesto. E dou pro meu irmão desde os 19 anos, ele me fez de puta e é o que eu sou pra ele, ele me fode gostoso.. quero conversar com alguém q faz incesto porque eu fico toda molhada

  65. Danado • 15 de setembro de 2021

    Adoro incesto e ja pratiquei

  66. N. • 4 de outubro de 2021

    Adoro incesto, comi minha enteada bem gostoso. meu pau é preto…. zap xxx

Deixe seu comentário

Meus contos eroticos é o melhor site de relatos eróticos da internet. Sempre com os contos mais picantes e cheios de sensualidade. Aqui tem um acervo de histórias reais sobre sexo, para todos os gostos. Tem contos pornô gay, hétero, fetiche, corno, coroas e muito mais. O meu contos eróticos é atualizado diariamente, trazendo para os leitores, o melhor em conteúdo totalmente grátis para você soltar a imaginação e curtir muito prazer com cada relato real contado aqui. Você pode compartilhar com a gente o seu conto, basta clicar no link e colocar a criatividade em prática, contemplando os leitores com suas experiências sexuais mais safadas.
© 2021 - CONTOS ERÓTICOS – Contos Eroticos, Sexo e Porno (2021)

porno - xvideos - contos eroticos - contos eróticos - quadrinhos eroticos - hentai - X Videos - Filmes Porno

error: